A atriz Regina Duarte confirmou nesta quarta-feira que irá assumir a Secretaria Especial da Cultura, após se reunir com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. O ministro do Turismo, Marcelo Alvaro Antonio, também participou do encontro. O convite foi feito por Bolsonaro no último dia 17, após Roberto Alvim ser demitido do cargo por ter copiado trechos de um discurso nazista. Regina desembarcou em Brasília por volta de 13h e seguiu para a Secretaria de Cultura.

Leia também: Anitta detona proposta de Regina Duarte contra pancadões

Jair Bolsonaro e Regina Duarte arrow-options
Reprodução Instagram
Regina Duarte e Bolsonaro


Depois, pouco após as 16h, a atriz chegou no Planalto para encontrar Bolsonaro e sacramentar a decisão. Na entrada, disse a jornalistas que iria "precisar" deles, mas evitou adiantar se aceitaria o convite. A atriz já havia visitado Brasília na semana passada, para conhecer a secretaria. Na ocasião, tanto ela quanto Bolsonaro disseram que estavam "noivando".

Na terça-feira, Bolsonaro havia dito que Regina tem o "conhecimento do que vai fazer no cargo", mas ressaltou que ela precisará de pessoas "com gestão" ao seu lado, e garantiu que ela terá a liberdade de "trocar quem ela quiser" na secretaria.

Leia também: Bolsonaro dá "carta branca" para Regina Duarte na Secretaria de Cultura

Regina Duarte será a quarta titular da Cultura no governo Bolsonaro. Em agosto, o então secretário Henrique Pires deixou o cargo após polêmica envolvendo o cancelamento de um edital para TVs públicas que incluía séries com temática LGBT. Depois, o economista Ricardo Braga foi alçado ao cargo, mas acabou sendo indicado para chefiar uma secretaria do Ministério da Educação após cerca de dois meses, e foi substituído por Alvim.

O nome da atriz foi sugerido pelo próprio Bolsonaro em reunião com os ministros Jorge Oliveira (Secretaria Geral da Presidência), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) no momento da demissão de Alvim. O presidente perguntou aos aliados o que achavam de convidá-la e lembrou da atuação dela durante a campanha presidencial de 2018.

Leia também: Cotada para a Cultura, Regina Duarte recebe quase R$ 7 mil de pensão militar

Defensora do governo, a atriz é amiga da primeira-dama Michelle Bolsonaro . Regina é uma das conselheiras do Pátria Voluntária, programa de Michelle para fomentar a prática do voluntariado no país.

    Veja Também

      Mostrar mais