Tamanho do texto

Decisão partiu do próprio vocalista da banda, que também falou sobre uma turnê do grupo pelo Brasil no ano que vem marcando a despedida; confira

Com 53 anos, Samuel Rosa , vocalista da banda Skank anunciou o fim da banda. De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, do Jornal Folha de S. Paulo , o músico disse que o grupo decidiu encerrar suas atividades "sem previsão de volta".

Leia também: Filho de Samuel Rosa, do Skank, dá primeiros passos na música com a Daparte

skank arrow-options
Divulgação
Skank anuncia fim do grupo


No ano que vem, o Skank vai rodar o Brasil com a turnê de despedida, de acordo com o cantor. "Ainda tenho pretensão de voltar a tocar com o Skank . Vislumbro isso lá na frente. Só que de uma outra forma, em outra circunstância, em algum projeto pontual", disse ele.

Leia também: Música: dez canções que parecem alegres, mas na verdade são bem tristes

“Mas, nesse momento, para mim, a melhor forma de me surpreender e de surpreender
as pessoas é fora do Skank”, explica Samuel. “Quero me testar em outro ambiente
musical, com outros parceiros. Cara, são 30 anos tocando com as mesmas pessoas! Já fiz
de tudo lá. Está na hora de brincar um pouco, sabe?”.

De acordo com o cantor, partiu dele a decisão do fim do grupo e, questionado se houve consenso da banda, ele disse que seria melhor perguntar para outros integrantes. 

Veja o que os membros do grupo falaram:

Leia também: Já reparou? Dez músicas que apoiam e estimulam o assédio sexual

“Não acreditamos que é preciso estar em baixa para dar uma parada, não precisa ser trágico, nem problemático”, afirma o baixista Lelo Zaneti. O tecladista do Skank , Henrique Portugal, complementa: “É um grande desafio pessoal para cada um. Pode ser extremamente saudável nos reinventarmos”.