Tamanho do texto

Rapper canadense se apresentou no Rock in Rio na última sexta (27) e deixou o público tupiniquim insatisfeito por várias razões diferentes. Veja!

Atração principal do primeiro dia do Rock in Rio, o rapper Drake causou algumas polêmicas desde o momento em que pisou em solo brasileiro. O canadense fez um show marcante no festival, na última sexta-feira (27), mas decepcionou muitos fãs com algumas atitudes fora do palco. Olha só:

Leia também: Drake leva rap ao topo do Rock in Rio pela primeira vez

Drake arrow-options
Reprodução/Instagram/@champagnepapi
Drake


  • Transmissão cancelada

Pouco antes de sua apresentação, Drake informou que não autorizava a transmissão de seu show na televisão, tampouco fotos oficias. Fãs do rapper que não compareceram ao festival lamentaram a atitude nas redes sociais, assim como Roberta Medina , vice-presidente do evento. "Infelizmente por algum motivo que a gente não tem certeza qual é, ele não quer. A gente realmente lamenta que quem está em casa não vai poder acompanhar”, disse.

Em resposta, o canal Multishow , que faria a transmissão, informou que "foi totalmente pego de surpresa" e decidiu exibir o show da Rihanna, cantora com quem o astro já se relacionou.

Leia também: Rock in Rio: Drake não autoriza transmissão de show pela televisão

  • Nada de tirolesa

Além da transmissão de seu show e das fotos oficiais, ele decidiu vetar também a tirolesa, uma das atrações mais procuradas do Rock in Rio . O rapper não explicou a decisão de interromper o brinquedo durante a sua apresentação.

  • Não falou com os fãs no aeroporto

A chegada do cantor no Brasil já começou problemática. Momentos depois de pousar no Rio de Janeiro em seu avião batizado de AirDrake, avaliado em R$ 400 milhões , o canadense passou direto pelos fãs que o recepcionaram no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim. Ele foi em direção ao seu carro de maneira nada calorosa, nem cumprimentando de longe quem esperava por ele no local.

  • Trouxe seu próprio chef de cozinha

Segundo uma fonte do EXTRA , o cantor não comeu nada que foi preparado para ele pelos funcionários do hotel de luxo em que ficou hospedado, em Copacabana. Ele trouxe seu próprio chef e tudo o que comeu durante sua estadia — até as batatas fritas, vieram de fora e foram preparadas pela sua equipe. Mesmo visitando o restaurante do hotel — e saindo sem consumir nada feito lá — o astro também não deu gorjeta aos funcionários que o atenderam.

  • Não cantou suas músicas inteiras

Durante sua perfomance, o artista optou por encurtar muitas de suas músicas, para que a temperatura do público não diminuísse — atitude condenada por muitos que acompanham o show ao vivo. Alguns fãs alegaram que pagaram o valor do ingresso para ouvir as músicas completas, e não parte delas. Por outro lado, mesmo com a chuva e com seus hits mais curtos, o rapaz deixou o palco afirmando que aquela foi a melhor apresentação de sua vida.

Leia também: Prestes a se apresentar, Drake cogitou cancelar seu show no Rock in Rio

  • Iluminação ruim durante o show

Além das músicas incompletas, outra coisa que incomodou os fãs do rapper foi a escuridão durante o show. O tempo todo na penumbra, que compunha a estética da apresentação, ele mal aparecia no telão, dificultando registros. Se a proibição da transmissão não foi o suficiente, a (quase nenhuma) iluminação do palco deixava claro que o cantor não queria imagens daquele momento.

  • Boatos de cancelamento

Antes mesmo do início do evento musical, circularam rumores de um possível cancelamento, todos negados pela organização. A boataria surgiu depois que fãs observaram que o evento não estava na agenda oficial no site do cantor.

Ele acabou com os boatos colocando uma imagem da atração em seu site, mas dias depois ameaçou a cancelar o show horas antes de subir ao palco. Segundo funcionários que trabalham na produção do festival, o áudio e a iluminação do local incomodaram o rapper, que quis cancelar a apresentação.

  • Demissão de funcionário

Insatisfeito com a iluminação e áudio, o rapper acabou demitindo um de seus funcionários antes de abrir a primeira noite de show. O engenheiro de luz, responsável pela estética e iluminação de suas apresentações voltou para casa, enquanto o rapper se apresentava para milhares de pessoas em sua primeira passagem pelo País. Ele não teve seu nome divulgado.

Leia também: Rock in Rio: após vetar transmissão, Drake culpa a chuva e 'clima imprevisível'

  • 'Desculpa' nas redes sociais

Depois de toda a confusão causada, ele usou suas redes sociais para se justifica: "Desculpe a todos pela transmissão ao vivo do Rock in Rio. O tempo estava imprevisível, pois estava chovendo quando subi no palco e não sabíamos qual seria o resultado do show. Minhas desculpas em nome da Mãe Natureza...voltarei para mais!", escreveu ele.

As "desculpas" não convenceram o público, que voltou a criticar o rapper nas redes. E eles não foram os únicos a tecer comentários negativos sobre a passagem do canadense. O diretor de TV Boninho também fez questão de se pronunciar via Twitter:

“Não é verdade! Você pisou na bola por absoluta falta de respeito com o público brasileiro. Muito antes da chuva, você já não tinha liberado o show. Mandou seu light designer embora, deu piti geral. Simplesmente não quis liberar. Uma pena para seus fãs brasileiros”, disse o diretor em resposta à publicação de Drake nas redes sociais.