Tamanho do texto

"A arte vem sendo tratada como algo demoníaco", disse a atriz sobre o desmonte promovido nas políticas de incentivo à Cultura no Brasil

Fernanda Montenegro abriu o jogo ao comentar sobre a crise na cultura brasileira. Em entrevista ao Estadão , a atriz chegou a criticar o governo de Jair Bolsonaro.

Leia também: Fernanda Montenegro reencontra ator que contracenou em "Central do Brasil"

Fernanda Montenegro arrow-options
Reprodução/Youtube
Fernanda Montenegro


"Isso é só um início de um governo que já se propõe continuar, daqui a quatro anos, em uma reeleição", disse Fernanda Montenegro . "Eu tenho muitos anos de ofício, estou nisso há 75 anos. E a nossa arte está sendo tratada como algo demoníaco", apontou.

Leia também: Caso Fernanda Montenegro: os famosos estão mais ativos politicamente?

"Toda essa crise em torno dessas verbas estatais e em torno da cultura , quem está levando a culpa somos nós, atores. Não sei o porquê dessa visão deformada de uma profissão arcaica", declarou.

Leia também: Após defender Lei Rouanet, Fernanda Montenegro recebe crítica nas redes sociais

Além disso, Fernanda Montenegro ainda apontou o que seria necessário para que a crise no governo chegasse ao fim. "O que eu acho é que, se a gente quiser o País em uma nova estrutura, uma nova era, nós temos que caminhar para retomar a Constituição de 1988. Acabar com a reeleição", sugeriu.