Existem inúmeros fatores sociais que podem explicar porque, nos últimos anos, vimos uma polarização crescente de ideologias políticas, tanto no Brasil como fora. Existe também o crescente uso da internet como ferramenta de liberdade de expressão e compartilhamento de pontos de vistas. Como os anônimos, os famosos também utilizam suas plataformas para se posicionar, mas o que vemos nos últimos tempos é um crescimento da necessidade de emitir suas opiniões. No último domingo (09), tanto Fernanda Montenegro como Alexandre Nero usaram seu espaço no “Domingão do Faustão” para fazer um discurso político .

Fernanda Montenegro e Alexandre Nero usaram sua participação no
Reprodução
Fernanda Montenegro e Alexandre Nero usaram sua participação no "Domingão do Faustão" para se manifestar politicamente

Nero passou sua visão sobre o tempo que passou filmando na Paraíba e defendeu o ex-presidente Lula, enquanto Fernanda Montenegro saiu em defesa da classe artística no geral. Essa é a manifestação mais recente dos famosos que, principalmente nos últimos meses, tem usado suas plataformas para falar sobre eleição. Mas, próximo a outubro, é normal que o clima eleitoral esquente os debates. O que temos visto, porém, é um aumento nas manifestações espontâneas, seja para criticar o governo, ou apontar um problema social.

A manifestação não é nova. Aliás, a classe artística sempre esteve ligada a uma posição de contestação. No Brasil, por exemplo, existe um movimento criado na rasteira de uma crise política, o Tropicalismo, inteiramente dedicado a criticar a Ditadura Militar do período.

Talvez, a urgência dos famosos em se manifestar tenha a ver com possíveis mudanças profundas que estamos prestes a viver Brasil afora. Ou, talvez seja uma tendência correspondente aos tempos onde vivemos conectados 24 horas por dia.

Leia também: Após defender Lei Rouanet, Fernanda Montenegro recebe crítica nas redes sociais

Viralizando

Com as redes, a opinião dos famosos se populariza de maneira mais rápida
Divulgação
Com as redes, a opinião dos famosos se populariza de maneira mais rápida

Em 2011, diversos artistas se reuniram em um vídeo para protestar contra a Usina de Belo Monte, na época em construção pelo Governo Federal. A obra, vista por muitos como prejudicial para parte da população da região que teria que ser realocada, ganhou grande repercussão após o vídeo. Independente do fato de ter tido uma mudança ou não após o vídeo, as celebridades foram essenciais para ampliar o debate sobre o assunto na época.

Nesse ano, porém, o Instagram tinha acabado de nascer, e não tinha a força que tem hoje. O Facebook, longe de ser a rede social atual, ainda não era fonte de compartilhamentos acelerados, mas já serviu como plataforma para esse vídeo.

Você viu?

De lá para cá, muita coisa mudou em relação ao ser humano, a internet e as redes, e essa mudança, que gerou maior proximidade entre ídolo e fã – também foi essencial para que os artistas dividissem suas opiniões com seu público.

Famosos com a boca no trombone

Famosos nas eleições nos EUA
Reprodução/ Instagram
Famosos nas eleições nos EUA

Direita, esquerda, centro ou o que for, todos querem se manifestar, e todos têm, hoje, um sentimento de urgência em seu comportamento. Em 2016, nos EUA, aconteceu a maior manifestação das celebridades dos anos 2000. Assim como vimos esse ano no Brasil, muitos famosos decidiram declarar seus votos e fazer campanhas para seus candidatos, sempre baseados nessa urgência de transmitir sua mensagem e garantir que seu escolhido fosse eleito.

Desde então, é só acompanhar uma celebridade americana no Instagram para saber a data das próximas eleições. O sistema eleitoral lá é diferente do nosso, e os diversos cargos políticos são eleitos em diferentes momentos. Sendo assim, a sensação para quem segue celebridades dos EUA é que sempre tem algum candidato para eles apoiarem ou uma eleição para atender.

No geral, eles estão sim mais politizados. Agora, aqui no Brasil, estamos seguindo a mesma tendência. Embora o “boom” dos comentários políticos tenha ocorrido durante as eleições, as redes, ou qualquer plataforma com visibilidade, será primordial para os artistas que são engajados politicamente.

O que antes era uma nota de rodapé hoje está circulando em letras garrafais. De novo, não é uma questão de certo ou errado, direita ou esquerda, melhor e pior. Mas sim uma questão de dizer agora – já – o que você acha sobre determinado tema, e usar qualquer recurso que tenha disponível.

Leia também: Dez polêmicas envolvendo famosos nas eleições 2018

Assim, devemos ter mais momentos como os vividos por Fernanda Montenegro e Alexandre Nero na Globo no último domingo. E, se tivermos sorte, as emissoras não irão podar esse comportamento. Afinal, concordando ou discordando, é essencial que os famosos – ou anônimos - consigam se manifestar. No futuro, talvez essa urgência se perca um pouco, mas o caminho que vivemos na era das redes sociais é sem volta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários