Tamanho do texto

O músico foi internado às pressas no último dia 27 de junho, após ter se esfaqueado. Segundo assessor, Steven Adler não tentou se suicidar

Steven Adler pediu desculpas para os seus fãs por “toda confusão disseminada na mídia”. O ex-baterista do Guns N’ Roses foi internado às pressas no último dia 27 de junho, após ter se esfaqueado  . No Facebook, o músico apareceu visitando o estúdio do artista e seu amigo de longa data, Tommy Hollenstein.

Leia também: Benício, filho de Luciano Huck e Angélica, tem alta hospitalar

Ex-baterista do Guns N' Roses, Steven Adler, reaparece em vídeo após internação
Reprodução/Instagram
Ex-baterista do Guns N' Roses, Steven Adler, reaparece em vídeo após internação

“Eu estou vivo e bem. Estou ansioso para ver todo mundo no dia 12 de julho, em Las Vegas, e no dia 13, em Oregon”, afirmou o ex-baterista do Guns N’ Roses  , que aproveitou para esclarecer que não vai desmarcar seus próximos shows. “Eu amo vocês, mal posso esperar para abraçar todos vocês. Obrigado pelo amor e pelo apoio”, finalizou.

Steven Adler foi levado às pressas para o hospital no último dia 27 de junho. Segundo o TMZ , uma pessoa que estava na residência do músico ligou para 911 (telefone de emergência nos EUA), logo após as 18h30 (horário local), para informar que alguém havia se esfaqueado.

Quando os policias e os paramédicos chegaram, eles descobriram que quem havia se esfaqueado era e ele teria dado uma facada em seu próprio estômago. Ele teria sido levado para um hospital local com ferimentos não fatais e nenhum outro suspeito foi envolvido no incidente.

Leia também: Roqueiro Serguei morre aos 85 anos em hospital de Volta Redonda

O assessor do ex-baterista do Guns N’ Roses  , no entanto, negou que o caso tenha sido uma tentativa de suicídio e garantiu ao TMZ que foi apenas “um ferimento superficial”, ele também frisou que Steven está sóbrio há anos.