Tamanho do texto

Longa brasileiro já vendeu meio milhão de ingressos e registrou leve queda de ocupação em sua segunda semana em cartaz

A estreia nesta quinta-feira (4) do blockbuster “Homem-Aranha: Longe de casa” não abalou de forma significativa a presença do brasileiro  “Turma da Mônica: Laços ” nos cinemas.

Turma da mônica
Reprodução
"Turma da Mônica – Laços" deve causar nostalgia nos cinemas

Mesmo com " Homem-Aranha : Longe da Casa" dominando o circuito e ocupando1.640 salas brasileiras, segundo o Filme B , a aventura baseada nos quadrinhos de Mauricio de Sousa está em 640 telas . Isso representa uma leve queda de 9% em relação à semana passada, quando o longa de Daniel Rezende abarcou em 710 salas.

Só no primeiro fim de semana em cartaz, “Turma da Mônica” vendeu 302,1 mil ingressos, ficando atrás, neste período, apenas das sequências “Pets — A vida secreta dos bichos 2” (311,8 mil), “Annabelle 3 — De volta para casa” (462,1 mil) e “Toy Story 4” (951,5 mil).

Mesmo assim, numa disputa acirrada, “Turma da Mônica” teve uma média de público por sala superior à de “Pets 2”: 604 contra 462.

Leia também: "Turma da Mônica – Laços" é uma verdadeira homenagem a obra de Mauricio de Sousa

Até esta quarta-feira, a bilheteria da produção nacional já havia aumentado para 550 mil de ingressos vendidos — com 90 mil só nesta quarta. Os dados são da distribuidora Paris Filmes.

A expectativa é que as férias escolares beneficiem ainda mais o desempenho de “Turma da Mônica”.

Longe de casa
Divulgação/Sony Pictures
Cena do filme Homem-Aranha: Longe de Casa, que estreia nesta quinta-feira (4) no Brasil

A briga entre superproduções da Marvel e filmes brasileiros ganhou força em abril, quando “Vingadores: Ultimato” estreou em 92% das salas de todo o país . A ocupação foi considerada predatória por produtores e distribuidores. Com isso, “De Pernas pro Ar 3”, que até então vinha tendo uma performance positiva, foi prejudicado.

Leia também: Qual o melhor “Homem-Aranha” dos cinemas?

O longa estrelado por Ingrid Guimarães estreou no dia 11 de abril, em 1.010 salas. Na segunda semana, seguiu em 800. Em 14 dias, vendeu 1.180.000 ingressos. Veio a terceira semana. E, com ela, a estreia arrasa-quarteirão de “Ultimato”, lançado em 2.702 salas no país. A comédia brasileira passou a ocupar 546 salas.