Na última segunda (27) o humorista Dihh Lopes causou revolta ao compartilhar em seu canal do Youtube uma apresentação chamada "Piadas Para a Família" com o tema "escola". 

Leia também: Tom Cavalcante e mais humoristas defendem Danilo Gentili e dividem opiniões

Dihh Lopes%2C o humorista
Divulgação
Dihh Lopes, o humorista

Em um trecho do vídeo, o humorista , integrante dos grupos Comédia Ao Vivo e 4 Amigos, chega a fazer piada sobre o atentado cometido em uma escola de Suzano, no interior de São Paulo, que vitimou nove pessoas e feriu 11. O caso ocorreu há dois meses e meio.

Leia também: Whindersson Nunes paga dívida que fã tinha com agiota

"Na escola de Suzano eles levam a sério, né, a brincadeira de 'vivo ou morto'. A culpa não é minha que estou fazendo as piadas. A culpa é de Suzano, que é um lugar perigoso para c*****. Tanto que deveria se chamar Suzano von Richthofen", satiriza o comediante.

Em outra parte da apresentação,  Dihh Lopes também brinca com tragédias como a queda do avião da Chapecoense,  o esquartejamento de Elize Matsunaga, o alto número de pessoas afetadas pela AIDS, o desaparecimento de Elisa Samúdio e muito mais.

  • Dihh Lopes se defende

No Instagram, o jovem se defendeu das críticas afirmando que um político local retirou suas piadas de contexto para se promover.  Além disso, ressaltou que colocou um alerta no início do vídeo justamente para preparar as pessoas sobre "o tipo de conteúdo que viria pela frente".

"Eu fiz as piadas sim! Está lá no vídeo que é voltado para o segmento de piadas 'pesadas', e no mesmo vídeo, fiz mais um monte de outras piadas que o senhor aí nem se deu ao trabalho de mostrar para os seus eleitores. Só acho que tirá-lo de contexto é no mínimo 'estranho', mas como se trata de um político já era de se esperar", esclarece o produtor de conteúdo.

Leia também: Fabio Porchat na Globo? Humorista faz graça com boatos: "Que história é essa?"

Em pouco tempo, apenas no YouTube , o vídeo  do humorista chegou a 263 mil visualizações. No Facebook, a até publicação desta reportagem, eram 44 mil likes.  

    Leia tudo sobre: Youtube

    Veja Também

      Mostrar mais