Tamanho do texto

Investigação do acidente está sendo feita pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos

A aeronave onde estava o cantor Gabriel Diniz , que caiu na tarde desta terça-feira, no Sergipe, não tinha autorização para realizar o serviço de táxi áereo . O registro na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) na matrícula PT-KLO, informa ainda que avião pertencia ao Aeroclube de Alagoas, em Maceió. 

Leia também: Vídeo mostra Gabriel Diniz embarcando em voo

cantor gabriel diniz
Reprodução / Instagram
Gabriel Diniz

Procurado, o Aeroclube informou que ainda não vai se manifestar sobre o caso, mas confirmou que o cantor não decolou do local. O voo que levava Gabriel Diniz saiu da Bahia. Ontem a noite ele realizou um show em Feira de Santana. A empresa disse que vai divulgar uma nota sobre o caso nas redes sociais ainda hoje.

Leia também: Cantor Gabriel Diniz morre aos 28 anos em queda de avião

Em nota, a ANAC informou que o veículo estava em situação regular, com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até fevereiro de 2023 e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia até março de 2020. O modelo envolvido no acidente é um monomotor com capacidade máxima de 3 passageiros mais a tripulação, totalizando 4 assentos.

Leia também: Bombeiro fala de buscas em destroços de avião: "Corpos estão muito machucados"

As investigações sobre as causas do acidente estão sendo conduzidas pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), de Pernambuco (PE), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), do Comando da Aeronáutica.

Leia também: Conheça mais sobre a vida e carreira de Gabriel Diniz

Forrozeiro criado na Paraíba, Gabriel Diniz ficou famoso nacionalmente com Jenifer , hit do verão deste ano com sua letra gaiata sobre uma relação iniciada no aplicativo de relacionamento Tinder. Até hoje, a canção teve 60 milhões de audições no Spotify e 231 milhões de  views no YouTube. No clipe, a atriz Mariana Xavier, que viveu Marcelina no filme "Minha mãe é uma peça", surge como a "mulher divertida que deixa o cara ser quem ele é", com quem ele prefere estar, em vez de ao lado de uma "musa fitness".