Tamanho do texto

Diretor de "Senhor dos Anéis" e "Bihhit" revelou que recusou as ofertas feitas pela Warner por não ser um homem que gosta de super-heróis; veja

Peter Jackson deu uma entrevista à revista Empire e, durante a conversa, o diretor de "Senhor dos Anéis" e "Hibbit" revelou que recusou ofertas da Warner para dirigi "Aquaman" duas vezes, isso por ser um "cara" que "não curte super-heróis".

Leia também: Jason Momoa, astro de "Aquaman", quer ser pago para dizer "Aloha"

Peter Jackson
Reprodução/Instagram
Peter Jackson


Na entrevista, Peter Jackson contou que Kevin Tsujihara, ex-CEO da Warner , ligou perguntando se ele toparia o trabalho. "Ele disse: 'Você é fã de Aquaman ?'. Eu disse: 'Não'. Seis meses depois, ele entrou em contato comigo de novo. E eu disse: 'Não, Kevin, eu já te disse que não'".

Leia também: Peter Jackson diz que cenários grandiosos de "Máquinas Mortais" são pioneiros

"Eu não leio muitos quadrinhos. Eu li 'Tintim'", disse ainda o cineasta, que produziu  "As Aventuras de Timtim" em 2011, com o colega Steven Spielberg dirigindo, e desde então promete uma continuação em que ele assumirá a cadeira de diretor.

"Olha, fazer filmes é difícil... Eu só quero mergulhar em um projeto se eu realmente tiver muita paixão por ele. Eu não acho que dirigirei nada no próximo ano, ou nos próximos dois anos", confessou Jackson.

Leia também: No Dia da Mentira, Warner brinca com fãs ao liberar trailer de "Aquaman 2"

O filme que  Peter Jackson recusou chegou aos cinemas no ano passado, com James Wan, de "Invocação do Mal" na direção. A produção foi o maior sucesso da DC nos cinemas até hoje, arrecadando  US$ 1,14 bilhão, pouco mais de R$ 4,5 bi,  ao redor do mundo.