Tamanho do texto

Fim da saga iniciada em 2008 bateu diversos recordes de bilheteria ao redor do mundo e pode se tornar filme mais visto de todos os tempos

“Vingadores: Ultimato” dominou o assunto durante todo o final de semana, ao finalmente levar aos cinemas o desfecho da saga dos heróis da Marvel que começou em 2008. Com três horas de duração, o filme gerou brigas nos cinemas , teve cenas vazadas antes da hora e se tornou o maior fenômeno da cultura pop.

tony stark em vingadores ultimato
Divulgação
"Vingadores: Ultimato"

O filme também se tornou o mais rápido a alcançar a marca do bilhão, concluindo o fim de semana com US$ 1,2 bilhão de bilheteria no mundo . O feito de “Vingadores: Ultimato” foi alcançado em cinco dias. Os campeões do “bilhão”, “ Vingadores: Guerra Inifinita ” e “Star Wars: o Despertar da Força” levaram 11 e 12 dias para chegar a marca, respectivamente.

Mas ainda há outras marcas para o filme da Marvel superar. A maior bilheteria do mundo até hoje segue sendo de “Avatar”. Mas o longa de 2009 levou quase 20 dias para chegar aos números que “Ultimato” fez até agora.

Antes mesmo do domingo (28), porém, chegar o filme já batia recordes . A pré-estreia americana na quinta-feira (25) é a maior da história, acumulando US$ 60 milhões – o recorde anterior, de “O Despertar da Força” era US$ 57 milhões.

Na China o longa também superou as expectativas, se tornando a maior estreia de um filme do país, alcançando US$ 107,2 milhões. Pelo mundo, a estreia também quebrou recordes e se tornou a maior da história em países como Austrália, Tailândia, Colômbia, Chile, Portugal e no Brasil.

Leia também: Cinco pistas em “Vingadores: Ultimato” para o futuro da Marvel

Nos EUA, o filme ocupou 4.662 salas de cinema, outro recorde. Outras áreas onde “ Vingadores: Ultimato ” se superou em seu primeiro fim de semana de exibição incluem maior sábado de estreia, melhor domingo de estreia, maior share de salas nos EUA, maior estreia de abril, melhor estreia em 3D e Imax. A maioria desses recordes era de outras produções da Disney, como os já mencionados “Guerra Infinita” e “Star Wars”.