O título do novo e último álbum da banda The Cranberries soa como um epitáfio: "In the End". Gravado pouco antes da morte da vocalista Dolores O'Riordan, em 2018, o disco concluído postumamente chega nesta sexta-feira (26) nas plataformas digitais. Recebido com certa nostalgia pela crítica internacional, o trabalho da banda também chamou atenção por alusões involuntárias ao fim do grupo. 

Leia também: Morre Dolores O'Riordan, vocalista da banda irlandesa The Cranberries

Integrantes da The Cranberries, um ao lado do outro
Divulgação/Imdb
The Cranberries


O jornal The Guardian destacou que o título de canções como "Lost" ou "All Over Now" parecem prever o proximidade do final da The Cranberries , mesmo tendo sido compostos antes da morte de Dolores O'Riordan , que se afogou em uma banheira de um hotel em Londres, após uma intoxicação por álcool. A própria linha de abertura do disco parece aludir ao trágico episódio "Remember the Night in a Hotel in London” (Lembre-se da noite em um hotel em Londres).

Leia também: Cranberries confirma seu disco final com a voz de Dolores O’Riordan

Formado em 1989, a banda alcançou enorme sucesso comercial nos anos 90, graças a hits como "Zombie", "Linger", "Ode to My Family" e "Dreams". O segundo álbum da banda, "No Need to Argue", lançado em 1994, teve em torno de 17 milhões de cópias vendidas.

E "In the End" é um retorno justamente a essas raízes da banda. Segundo crítica publicada pelo El Pais , o trabalho "soa com a força profunda e contundente que definiu os Cranberries desde seus primeiros passos". É o que também publicou o NME: "É raro que a despedida chegue tão próxima a fechar completamente o ciclo".

Leia também: Dolores O’Riordan, do "The Cranberries", morreu afogada, aponta laudo

Noel Hogan, guitarrista e compositor da  The Cranberries , falou sobre o último álbum da banda à agência Efe: "É uma boa maneira de acabar com essa aventura", avaliou.

    Veja Também

      Mostrar mais