Tamanho do texto

Pela primeira vez, desde 1989, sem apresentadores e sem show musical, a cerimônia do Oscar 2019 rendeu e gerou aumento significativo na audiência

Apesar de toda a popularidade do maior e mais importante prêmio do cinema mundial, os anos anteriores ao Oscar 2019 não apresentaram os números esperados quando o assunto foi audiência. No entanto, a tendência parece ter sido interrompida com a  91ª edição.

Leia também: "Roma" garante 1ª vitória do México na categoria de Filme Estrangeiro

Oscar 2019
Reprodução/Twitter
Oscar 2019

Com mudanças na cerimônia , pela primeira vez, desde 1989, sem show musical ou mestre de cerimônia, o Oscar 2019 mostrou um aumento de 14,3% em relação ao ano passado. As informações são do Deadline . Vale ressaltar que essa edição também foi mais curta do que o usual pela primeira vez em vários anos, com uma duração de 3h21.

Leia também: Regina King é a sexta negra a vencer o Oscar de Atriz Coadjuvante em 12 anos

2018 registrou a pior audiência da história da premiação de cinema , com "apenas" 25,5 milhões de telespectadores. Em 2014, por exemplo, cerca de 43,7 milhões de pessoas assistiram ao evento. Embora a audiência tenha elevado em relação ao ano passado, os números devem permanecer baixos, se comparados com os outros anos. O número total de espectadores deste ano ainda não foi divulgado. 

O Oscar 2019

Equipe e elenco de Green Book recebe o Oscar de Melhor Filme
Reprodução/Twitter
Equipe e elenco de Green Book recebe o Oscar de Melhor Filme

"Green Book: O Guia" foi o grande vencedor da 91ª edição do Oscar, realizada no último domingo (24) no Teatro Dolby, em Los Angeles, EUA. O longa de Peter Farrelly que trata da amizade entre um ítalo-americano bronco e preconceituoso e um músico negro nos EUA dos anos 60, ganhou três estatuetas. Além de Melhor Filme do ano, ficou com os prêmios de Roteiro e Ator Coadjuvante.

O filme que levou o maior número de estatuetas, porém, foi "Bohemian Rhapsody", o filme que recria a trajetória da banda Queen recebeu quatro Oscars, incluindo Melhor Ator para Rami Malek. 

Em uma edição extremamente pulverizada, outros dois filmes dividiram o protagonismo. "Pantera Negra" e "Roma" também ganharam três estatuetas cada. O longa de Alfonso Cuarón rendeu as primeiras vitórias da Netflix em categorias nobres no Oscar e deu ao México o primeiro triunfo na disputa por Filme Estrangeiro. 

Leia também: "Green Book" é o grande vencedor do Oscar 2019; veja lista dos premiados

A maior surpresa do Oscar 2019 ficou por conta da vitória da inglesa Olivia Colman entre as atrizes por "A Favorita". Ela desbancou a favorita Glenn Close ("A Esposa") e ofertou um dos discursos mais animados - e improvisados - da noite.