Tamanho do texto

Produção da Netflix pode ser a 1ª estrangeira consagrada com o Oscar de Melhor Filme e contribuir para mudança de paradigma na indústria

Sempre há muito em jogo em um Oscar e em 2019 não seria diferente, mas mais do que em outros as expectativas parecem concentradas em um único filme, no caso “Roma”, de Alfonso Cuarón.  O longa-metragem da Netflix, que gastou cerca de US$ 30 milhões na campanha para apremiação, está indicado a dez Oscars e pode estabelecer diversos recordes e feitos inéditos neste domingo (24).

Leia também: Disputa por Ator no Oscar tem favorito contestado e expectativa por Cooper

Cena icônica de Roma,, que pode dar uma vitória consagradora para o México e para a Netflix
Divulgação
Cena icônica de Roma,, que pode dar uma vitória consagradora para o México e para a Netflix

A seguir, listamos os recordes perseguidos por “Roma” , que atrai atenção por representar a chance real de uma mudança de paradigma na indústria. Se premiado,  o longa de Cuarón se tornará a primeira produção feita para e lançada em uma plataforma de streaming a triunfar no maior prêmio da indústria do cinema.

  • O México ostenta nove indicações e nenhuma vitória na categoria de filme estrangeiro. O longa pode ser o primeiro triunfo na décima disputa do país
  • Pode ser o primeiro filme em língua não inglesa a vencer o Oscar de Melhor Filme
  • Pode ser o primeiro filme a triunfar simultaneamente nas categorias de Filme e Filme Estrangeiro
  • Pode ser o primeiro filme produzido e disponibilizado em uma plataforma de streaming a vencer como Melhor Filme
  • Pode ser a primeira produção da Netflix a ganhar como Melhor Filme
  • Pode ser o primeiro filme da Netflix a ganhar estatuetas nobres como Direção, Atriz, Roteiro e Filme Estrangeiro
  • Alfonso Cuarón pode se tornar o primeiro cineasta a ganhar um Oscar pela Fotografia do próprio filme
  • Yalitza Aparicio pode se tornar a primeira atriz latino-americana premiada na categoria de Melhor Atriz
  • Pode ser o segundo filme em preto e branco a ganhar o Oscar de Melhor Filme desde que a cor chegou ao cinema. O primeiro foi “O Artista” em 2012
  • Pode dar o segundo Oscar de direção a Cuarón, que se juntaria a uma distintíssima galeria que tem Steven Spielberg, Clint Eastwood, John Ford, Ang Lee, Frank Capra e o conterrâneo Alejandro Gonzalez Iñarritu
  • Gabriela Rodriguez pode se torna a primeira mulher latino-americana a ganhar o Oscar como produtora se “Roma” for laureado como o melhor filme no Oscar 2019
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.