Tamanho do texto

Filmes de terror e da DC marcaram presença no evento, mas maiores destaques foram "Creed II" e Justice Smith, protagonista de "Detetive Pikachu"

O painel da Warner é uma tradição consolidada das manhãs de domingos de Comic-Con brasileira e na CCXP 2018 o estúdio trouxe muitos destaques do seu line-up de 2019, além de convidados especiais como Zachary Levi, o Zhazam!, Justice Smith, que protagoniza “Detective Pikachu”, e o elenco principal de “Creed 2”, que estreia no Brasil em janeiro e teve pré-estreia exclusiva no evento.

Leia também: Em 3º dia glorioso da CCXP 2018, Netflix não empolga com "The Umbrella Academy"

Painel da Warner na CCXP 2018
Reinaldo Glioche/iG
Painel da Warner na CCXP 2018


A apresentação da Warner começou justamente com o painel de “Creed II” com Michael B. Jordan, Tessa Thompson e Florian Munteanu, que talvez tenha sido o convidado internacional da CCXP 2018 mais empolgado a subir no palco do auditório Cinemark .

Vestindo uma camisa do Brasil e arranhando cumprimentos em português, Munteanu, que está estreando como ator e no cinema como o filho de Ivan Drago (Dolph Lundgren), disse que “havia muita pressão” sobre ele, mas que ele a utilizou para evoluir e extrair a melhor atuação possível. Michael B. Jordan, que estava com um palito na boca, deu um tempo nas tiradas cômicas para elogia o colega. “Estou muito orgulhoso dele”, disse antes de confirmar que o colega quase lhe deu uma concussão ao gravar em uma cena.

Tanto Jordan quanto Munteanu fizeram deferências ao colega de elenco Sylvester Stallone. “Eu não tenho palavras para descrever como é trabalhar com essa lenda. Eu cresci vendo e curtindo os filmes de Rocky. No set, ele é muito carinhoso e generoso”. Jordan, que já havia tido um intenso contato com o astro no primeiro filme, acrescentou: “Sly é sábio, sabe? Ele já faz isso há muito tempo e ele é generoso e incrivelmente divertido de se ter por perto”.

Painel da Warner na CCXP 2018
CCXP/ Ariel Martini
Painel da Warner na CCXP 2018

Tessa observou que andar pelas ruas da Filadélfia é quase como “fazer parte de um documentário”. “As pessoas tratam Sly como Rocky mesmo”.

Os atores comentaram sobre o que esperar do segundo filme. “No 1º filme, o maior rival de Adonis era ele mesmo. Ele não conseguia se desvencilhar d sombra do pai e precisava de um encerramento em relação aquele luto. O desafio da sequência é fazer as coisas diferentes sem deixar a autenticidade de lado”.

Tessa disse que o fato de Adonis se ver com mais responsabilidades mostra que o filme está disposto a provar esses personagens. “Eu fui um bebê não planejado então poder abordar isso em um filme como esse é uma experiência incrível”, observou a atriz. Jordan surfou no minispoiler da colega (a gravidez de sua personagem é abordada no trailer) e disse que sugeriu a Tessa que “eles mostrassem como fizeram o bebê”. “Nós surpreendemos o estúdio que se deparou com a questão ‘isso aqui ainda é um filme para menores’?”. Em meio aos risos do público, Tessa emendou que “as cenas estarão nos extras do DVD”.

Prontos para sentir medo

Divulgação
"A Maldição da Chorona" foi levada à CCXP 2018

A Warner trouxe para a convenção seus dois principais lançamentos de horror programados para 2019. Além do trailer já divulgado previamente de “A Maldição da Chorona”, que estreia em 18 de abril, o estúdio divulgou uma cena inédita do longa.

Leia também: Com Tom Holland e Jake Gyllenhaal, Sony faz melhor painel da CCXP 2018

Na sequência foi exibido um featurette exclusivo para a CCXP de “It – Capítulo 2”, a sequência do clássico de Stephen King está agendada para setembro de 2019. “Tragam suas fraldas de adultos para os cinemas”, aconselhou o diretor argentino Andy Muschietti no material.

A vez de Justice Smith

Divulgação
"Pokémon: Detetive Pikachu" teve seu destaque na CCXP 2018

Depois foi a vez das produções em parceria com a Legendary ganharem destaque e “Pokémon: Detetive Pikachu” trouxe o simpaticíssimo Justice Smith (da série “The Get Down”) para o palco. “Eu estou aprendendo algumas coisas em português”, disse para a mediadora do painel como se buscasse consentimento para experimentar-se na língua. “Oi, tudo bem com vocês?”, disse com aquele indefectível sotaque gringo. “Um grande beijo. Estou muito feliz de estar aqui”, disse ganhando o auditório no que os gringos chamam de ‘heartbeat’.

O ator disse estar adorando o Brasil onde a “comida é maravilhosa e as pessoas, incríveis” e estar muito feliz e agradecido de poder estar na Comic-Com falando do filme. “Detetive Pikachu” é o grande filme da carreira de Smith até o momento e que deve pavimentar para o ator, que já tem carreira consolidada no teatro, um futuro como astro de cinema. Carisma ele tem de sobra!

Ele falou que joga bastante Pokémon e que passou a jogar mais por causa do filme, assim como reassistiu a série original. Ele contou que interpreta um menino cujo pai some misteriosamente e ele acaba se aliando a esse Pokémon que quer ser detetive para encontrá-lo. “O curioso é que ele é o único que pode ouvi-lo. O resto das pessoas só ouve pica, pica, pica”, ri antes de emendar “e eu acabei de descobrir que pica é um palavrão em português”.

Depois da exibição do trailer, que era a deixa para que Smith saísse do palco, ele quebrou o protocolo oficial e fez questão de voltar ao palco para se despedir do público, que o aplaudiu em pé. Foi uma sinergia bacana de ser no auditório Cinemark entre um jovem talento que está sendo esculpido para ser astro e um público ansioso por amá-lo.

Depois foi a vez de Millie Bobby Brown aparecer no telão para introduzir o trailer inédito de “Godzilla II: O Rei dos Monstros”. Na prévia vemos mais de Godzilla e dos monstros que o enfrentam e tem mais uma bela fala de Ken Watanabe. Em um momento da prévia, quando o Senado americano considera usar o Godzilla como última defesa da humanidade e a presidente da casa pergunta: “Você está sugerindo que Godzilla seja o nosso pet?”, o personagem de Watanabe reage: “Não. Nós seremos o dele”.

Fim de festa

Divulgação
"Aquaman" também esteve na CCXP 2018

Depois de um novo trailer da sequência de “Uma Aventura Lego”, a Warner exibiu uma cena de “Aquaman”, que estreia nesta quinta (13) com mensagens especiais de Jason Momoa e Amber Heard. Gal Gadot, Chris Pine e Patty Jenkins também surgiram no telão para apresentar o material que fora exibido na Comic-Con de San Diego em julho.

O último destaque do painel da Warner foi “Shazam!” e Zachary Levi entrou quando a plateia gritou a palavra mágica. Empolgado, o astro contou que sempre foi fã de HQs e heróis e que é um prazer poder “ganhar dinheiro para interpretar um no cinema”.

O ator celebrou o humor do filme e disse que o longa, que estreia em abril, é “um encontro de ‘Quero ser Grande’ com ‘Superman’” e que o público vai ter uma ideia de como é uma criança tendo que salvar o mundo. “É louco, selvagem e incrivelmente divertido”.

Leia também: Haja criatividade! Cosplayers roubam a cena na CCXP 2018

Fã confesso de pão de queijo, o ator disse que ainda devia estar bêbado da festa que foi na noite anterior e pediu a colaboração do público para que “Shazam!” faça dinheiro para que ele consiga “chegar na Liga da Justiça”. Fazendo o estilo gente como a gente, Levi encerrou a apresentação da Warner na  CCXP 2018  com graciosidade e uma cena exclusiva do filme que sugere que seu filme pode até mesmo fazer mais dinheiro do que a Liga nas bilheterias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.