Andy Serkis merecidamente ganhou um painel para chamar de seu na CCXP 2018. O britânico que revolucionou a indústria amadurecendo o performance capture veio ao evento para falar de “Mogli – Entre Dois Mundos”, lançado em mais de 190 países pela Netflix na sexta-feira (7).

Leia também: Com Tom Holland e Jake Gyllenhaal, Sony faz melhor painel da CCXP 2018

undefined
iG São Paulo
Andy Serkis na CCXP 2018

“Esse filme é simbolicamente meu primeiro, já que comecei a filmá-lo há cinco anos”, observa Andy Serkis, que oficialmente lançou “Uma Razão para Viver” em 2017 o consagrando como seu primeiro filme como diretor. Originalmente desenvolvido pela Warner Bros., “Mogli” foi adquirido pela Netflix no meio do ano em negociação que surpreendeu Hollywood. O diretor não falou a respeito disso no painel na CCXP 2018 .

Serkis, no entant, falou sobre muita coisa. Sobre como foi orientar atores do calibre de Christian Bale e Benedict Cumberbatch no processo de performance capture, do qual é referência suprema. Inclusive foi exibido um vídeo reforçando essa percepção. Outro vídeo exibido foi um making of com os bastidores da produção.

Leia também: CCXP 2018 tem passado, presente e futuro de "Os Vingadores"

undefined
CCXP/ Wesley Allen
Andy Serkis na CCXP 2018

O painel foi esvaziado muito em virtude do arrebatamento que o painel da Sony ofertou minutos antes com Tom Holland e Jake Gyllenhaal surpreendendo o público da CCXP 2018 . Andy Serkis, com toda sua elegância britânica, brindou quem topou assistir seu painel com um demonstração efusiva de paixão pelo cinema.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários