Tamanho do texto

Após 40 anos de seu lançamento, Maria Maria ganha um clipe que celebra e enaltece a mulher, estrelado por Pitanga, Zezé Motta e Sophie Charlotte

Um dos maiores clássicos da carreira de Milton nascimento, a canção Maria Maria ganhou um videoclipe 40 anos após seu lançamento. A música do artista mineiro faz parte originalmente do disco “Clube da Esquina 2”, lançado em 1978.

Leia também: Lendas vivas: 15 artistas que receberam tributos ainda na ativa

Clássico de Milton Nascimento, Maria Maria ganha clipe 40 anos após seu lançamento
Reprodução/Instagram
Clássico de Milton Nascimento, Maria Maria ganha clipe 40 anos após seu lançamento

Com a participação de diversas atrizes e direção de Matheus Senra, o clipe do clássico de Milton Nascimento exalta a força e celebra as mulheres. Camila Pitanga , Shophie Charlotte, Jéssica Ellen, Zezé Motta, Georgina Góes, Simone Mazzer e Arianne Botelho estrelam o vídeo. Assista o vídeo a seguir:

O vídeo celebra um dos maiores sucessos de Milton, e que faz parte de seu novo EP, “Festa”. O trabalho reúne versões acústicas de outros clássicos do cantor, como Canção da América e O Cio da Terra .  

Camila Pitanga divulgou um trecho do vídeo em sua conta no Instagram e comentou: “alegria que transborda de estar ao lado dessas mulheres fortes e admiráveis! As Marias do Bituca". 

Leia também: Camila Pitanga, Taís Araújo e outras atrizes comandam a edição de março da GQ

Também no Instagram oficial do cantor, o vídeo foi anunciado com um comentário do cantor em relação a inspiração para a faixa: “ Maria Maria é o símbolo da força da mulher. E foi inspirada numa personagem real, a Maria que tinha três filhos e morava na beira da linha de um trem. Ela tinha uma força incrível, passava dificuldades, mas colocava os filhos pra estudar”.

Leia também: Globo comete gafe ao confundir Milton Gonçalves com Milton Nascimento

Senra também falou sobre o projeto e fez questão de destacar a força das atrizes no projeto e ainda acrescentou sobre a letra de Miton Nascimento : “estamos em tempos sombrios. O ódio permeia nosso dia a dia. Ele mina os encontros, mina o que é puro, mina a beleza. Mas somos fortes e não viemos aqui para desistir ou deprimir”.

    Leia tudo sobre: músicas
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.