Tamanho do texto

Museu nacional da Quinta da Boa Vista pegou fogo neste domingo (02) por volta das 19:30 e o incêndio durou por 6h. Confira os relatos dos famosos

Na noite deste domingo (02), o Museu Nacional da Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, zona norte do Rio de Janeiro,  sofreu um grande incêndio  e um acervo de mais de 20 milhões de itens foram perdidos nas chamas. Com isso, muitos famosos lamentaram a tragédia

Muitos famosos lamentaram a tragédia no Museu Nacional da Quinta da Boa Vista
Reprodução/Instagram
Muitos famosos lamentaram a tragédia no Museu Nacional da Quinta da Boa Vista



Nas redes sociais, os famosos lamentaram a perda de diversos objetos da história brasileira com fotos demonstrando luto peloque aconteceu no museu. Luciano Huck, Walcyr Carrasco, Otávio Mesquita, Romulo Estrela, Débora Falabella, entre outros, fizeram publicações falando sobre o ocorrido.

Leia também: Colorismo é debatido fora da militância e pode mudar os rumos das artes visuais

No Instagram, Luciano Huck demonstrou sua tristeza pela cena do museu em chamas:” Perda inestimável de um enorme acervo do patrimônio histórico brasileiro. Resultado de uma política cultural equivocada que não valoriza nossos museus como deveria. Muito triste com a cena do museu ardendo em chamas”, escreveu Huck. 

Débora Falabella aproveitou a situação para criticar o governo brasileiro sobre o descaso com a história: "Museu Nacional em chamas. Quanto descaso! Que tristeza. Como nosso país está largado. Como o Rio está largado. Uma perda inestimável para a cultura e história do nosso país."

O ator Rômulo Estrela também demostrou sua indignação. ”Tragédia ou negligência, o que importa no final de tudo é a perda irreparável para nossa cultura, para nossas gerações futuras. O mundo perde hoje uma parte importante de sua história... que tristeza!”, publicou Estrela.

Já o influencer Bruno Astuto enfatizou que o Museu Nacional foi residência de um rei de dois imperadores do Brasil e de como o local representava grande parte da história do Brasil.  “A História do Brasil lambida pelo fogo. Não sabemos a causa oficial ainda, mas, a julgar pelo estado do antigo Palácio São Cristóvão, residência de um rei e dois imperadores do Brasil, em boa coisa não iria dar. Ali nasceram D. Pedro II, a rainha Maria II de Portugal, a Princesa Isabel, sem falar nas coleções valiosíssimas abrigadas no museu”, escreveu.

Marina Ruy Barbosa lamentou que não é a primeira vez que um museu é destruído pelo fogo no Brasil: "A história do nosso país sendo lambida pelo fogo. Não é a primeira vez. O MAM queimou, o acervo de Helio Oiticica queimou, Cinemaca Brasileira pegou fogo, o Museu da Língua Portuguesa também foi queimado! É muita falta de amor ao Brasil, cultura e história", escreveu a atriz. 

Leia também: "Maniac" e nova temporada de "Grey's Anatomy" são destaques da Netflix no mês

Outros famosos  também publicaram depoimentos nas redes sociais e mostraram tristeza com a perda de grande parte da história do país. As causas do incêndio do Museu Nacional ainda são desconhecidas. Corpo de Bombeiros declarou que não há mais risco de desabamento do prédio. O imóvel não recebia a devida manutenção há décadas. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.