Tamanho do texto

O filme, que terá sua estreia oficial em todos os cinemas nacionais em 2019, concorre este mês na Mostra Competitiva do 46º Festival de Gramado

Wilson Simonal, um dos grandes astros que marcou as décadas de 1960 e 1970, será retratado em um filme protagonizado por Fabrício Boliveira e Isis Valverde . Intitulado como “Simonal”, o longa sobre a ascensão e queda do cantor será exibido no Festival de Gramado, no dia 20 de agosto.

Leia também:Filho de Edmundo fala de abandono paterno em filme: "Minha vida"

Filme de Wilson Simonal concorre prêmio no Festival de Gramado
Divulgação
Filme de Wilson Simonal concorre prêmio no Festival de Gramado

Conhecido por muitos como o rei da pilantragem, Wilson Simonal quebrou paradigmas da música e da sociedade brasileira de sua época. O ator Fabrício Boliveira será o encarregado por interpretar o sucesso bombástico do carioca e sua queda após ser apontado como informante do Dops. Já Isis Valverde dará vida a famosa “nega chamada Tereza”, esposa de Simonal.

Leia também:Caso Suzane von Richthofen vai virar filme e estreia está programada para 2019

Com previsão de estreia para 2019, o filme concorre este mês na Mostra Competitiva do 46º Festival de Cinema de Gramado, no Palácio dos Festivais. A sessão que será exibida no dia 20 de agosto contará com a presença do diretor Leonardo Domingues, dos atores Fabrício Boliveira, Isis Valverde, Caco Ciocler, além dos filhos de Simonal, Patrícia, Wilson Simoninha e Max de Castro.

A escolha do Wilson Simonal

Conhecido por muitos como o rei da pilantragem, Wilson Simonal quebrou paradigmas da música e da sociedade brasileira de sua época
Divulgação
Conhecido por muitos como o rei da pilantragem, Wilson Simonal quebrou paradigmas da música e da sociedade brasileira de sua época

O diretor Leonardo Domingues ressalta que escolheu Fabrício porque ele e Simonal possuem uma personalidade semelhante. “Os dois têm um jeito altivo, charmoso e sedutor, com um brilho no olhar. E para interpretar o rei da pilantragem, Fabrício traz para o personagem força e carga dramática. Mais do que o Simonal cantor, eu queria mostrar o Simonal marido, pai, empresário, o homem por trás da fama”.

Já sobre a trilha sonora, que fica a cargo de Simoninha e Max Castro, filhos do cantor, o diretor conta que ambos foram receptivos e criativos com o trabalho. “Apesar da proximidade deles, ambos fizeram questão de dar total liberdade para a criação do filme e não interferiram na maneira como a história de seu pai foi contada, mas contribuíram imensamente”, explica Leonardo.

Leia também: Dupla Anavitória explica o que é real e o que é ficção em novo filme

Sucesso e mais sucesso

Divulgação
"Simonal" é protagonizado por Fabrício Boliveira e Isis Valverde

Contando a história de um forte cantor que saiu da pobreza e comandou as maiores plateias do Brasil, o filme promete ser emocionante, além de ser ambientado em um rico momento da música brasileira com grandes artistas como Erasmo Carlos, Ronaldo Bôscoli, Luis Carlos Miele e Elis Regina.

Essa não é a primeira vez que a vida de Wilson Simonal foi tema da cinematografia. O cantor também já inspirou um documentário chamado “Ninguém sabe o duro que dei”, de 2009, dirigido por Cláudio Manoel, Micael Langer e Calvito Leal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.