Tamanho do texto

No Dia do Orgulho Nerd, confira as muitas conquistas desse grupo na última década, dando ótimos motivos para os geeks se orgulharem

Essa sexta-feira (25) marca o Dia do Orgulho Nerd , homenagem àqueles que se dedicam a fantasia, seja nos quadrinhos, no cinema, na literatura ou nas séries. Antes considerados excluídos, os nerds conquistaram seu espaço na cultura pop, e de lá não devem mais sair.

''Star Wars: Os Últimos Jedis''
Divulgação
''Star Wars: Os Últimos Jedis''

Muitas coisas aconteceram na última década para ajudar a popularizar esse estilo de vida, desde a confirmação dos heróis no cinema, até a renovação da saga “ Star Wars ”. Por isso, listamos 10 motivos para os nerds se orgulharem na última década.

Leia também: Infantilizado e cheio de gargalos, "Han Solo: Uma História Star Wars" decepciona

“Senhor dos Anéis” na TV

Divulgação
"Game of Thrones"

Ok, ok, “Game of Thrones” não é “Senhor dos Anéis”, nós já sabemos. Mas o autor dos livros que viraram série da HBO bebeu muito na fonte de J. R.R. Tolkien. Sai a Terra Média, entra Westeros, saem os Orcs, entram os White Walkers. A série trouxe um estilo de fantasia novo para a televisão e para o maisntream, já que é uma das séries mais assistidas da TV nos últimos anos, mas que já é conhecido dos fãs de fantasia. Os elfos e hobbits deixam saudades, mas os reis e suas brigas pelo trono suprem parte dessa falta.

O nerd virou pop

Will Smith na CCXP
Edu Lopes / Galpão de Imagens
Will Smith na CCXP

A San Diego Comic Com, referência de eventos relacionados a cultura nerd, começou nos anos 1970. De lá para cá, ganhou força, outras versões pelos EUA e mundo a fora e, mais recentemente, chegou ao Brasil.

Esses eventos cresceram muito nos últimos anos e na última década ganharam o Brasil com a CCXP. Reunindo novidades do cinema e da TV, o evento deixou claro que há oportunidade para esse mercado no país, e de quebra ampliou a visibilidade desse grupo.

O retorno de Star Wars

Divulgação
"Star Wars: Os Últimos Jedi"

O Dia do Orgulho Nerd foi criado em homenagem a Douglas Adams, criador do “Guia do Mochileiro das Galáxias”. Mas, a data coincide com outro evento galáctico: o lançamento de “Star Wars”, em 25 de maio de 1977. O “Episódio IV: Uma Nova Esperança” viraria referência na cultura nerd, na maneira de fazer cinema e na popularização da ficção científica.

Depois de uma desastrosa segunda tentativa de George Lucas de comandar a saga, a LucasFilm foi comprada pela Disney e ganhou uma nova trilogia, iniciada em 2015 com “O Despertar da Força”. Agora, além da trilogia com novos e velhos personagens, temos filmes ligados ao universo e a disposição da Disney em não deixar a franquia morrer.

Leia também: "Star Wars": Disney planeja filme solo de Obi-Wan Kenobi

A era dos heróis

Divulgação
"Vingadores - Guerra Infinita"

Foi na década passada que os filmes baseados nos heróis dos quadrinhos começaram a surgir. Mas é, sem dúvida, nessa década que eles ganharam de vez seu espaço no cinema. Se antes um filme era lançado a cada ano, agora são diversos em um ano só. Homem de Ferro, Vingadores, Liga da Justiça, Venon, Esquadrão Suicida e muitos outros personagem têm ganhado sua chance nas telonas.

Foi há exatos 10 anos, por exemplo, que a Marvel lançou o primeiro “Homem de Ferro”, dando início ao seu reinado no cinema. Também em 2008 foi lançado “Batman – O cavaleiro das Trevas”, tido até hoje com um dos melhores longas do morcego.

Leia também: Ressaca de "Guerra Infinita"? Filme coleciona recordes e algumas polêmicas

As mulheres comandam!

''Mulher Maravilha''
Divulgação
''Mulher Maravilha''

O mundo nerd costuma ser dominado pelos homens, tanto no consumo, quanto nas histórias contadas. Mas, parece que esse panorama tem mudado: as mulheres têm ganhado sua chance em filmes solos como “Mulher Maravilha” e o ainda inédito “Capitã Marvel”, além de crescerem como consumidoras. No Brasil, as mulheres já superaram os homens entre o público gamer, por exemplo.

Em uma pesquisa realizada em parceria entre o Sioux, Blend New Research e ESPM com mais de 3 mil entrevistadas, o público feminino foi de 53,6%. Nos EUA, essa taxa é um pouco menor, 45%, mas ainda assim já aumentou em relação a 2017. As mulheres têm tido participação cada vez mais relevante nesse mundo.

Brasil na rota

Chris Pratt no Brasil
Divulgação
Chris Pratt no Brasil

Em abril deste ano, Chris Pratt passeou pelas ruas de São Paulo, comeu pastel e feijoada, tomou caipirinha e se encontrou com fãs de Vingadores. Para promover “Guerra Infinita”, a Marvel trouxe um de seus maiores astros do momento para cá. Esse é só o exemplo mais recente que mostra como o Brasil entrou de vez na rota dos eventos promocionais de lançamento de filmes.

Tarantino já passou por aqui, bem como Edgar Wright e Ensel Elgort para exibir “Em Ritmo de Fuga”. O novo Peter Parker Tom Holland, Hugh Jackman, Charlie Hunnam, o elenco de “Sense 8” e “13 Reasons Why”, além dos muitos convidados da já citada CCXP. Ver nossos astros de perto com certeza é algo a se comemorar.

Binge watching

Divulgação
"Orange is the New Black"

Qual foi a primeira série que você assistiu? E a primeira que você maratonou? Provavelmente as repostas trarão produções lançadas com muitos anos de diferença. Os “enlatados”, como se chamavam as séries americanas, eram acompanhados sem a sequência de hoje em dia, e sem ser de uma vez só.

Com o sucesso das plataformas de streaming, a maneira como as pessoas assistem séries ficou diferente e as boas e velhas maratonas, hábito tradicional entre os nerds, virou hábito de todo mundo.

Competições de games

League of Legends ganhou competição nacional no Brasil
Divulgação/Riot Games
League of Legends ganhou competição nacional no Brasil

Descendente do fliperama, o videogame virou uma brincadeira popular no mundo. Com o passar dos anos, os jogos se tornaram mais elaborados e com tecnologia mais avançada. Alguns deles, como “League of Legends”, ganharam tanto apoio popular que criaram uma nova modalidade: os campeonatos.

Desde 2011 acontece o Campeonato Mundial de League of Legends, que reúne jogadores profissionais do mundo inteiro. Cada ano em um país diferente, o evento é feito em grandes arenas e tem transmissão ao vivo pela internet. E pra fazer qualquer nerd pirar!

Reboots

Divulgação
"Jurassic World"

O que “Jurassic Park”, “Indiana Jones”, “A Múmia”, “Tartarugas Ninja” e “Power Rangers” têm em comum? Todos eles ganharam novas roupagens anos depois. Desenhos, filmes ou séries clássicos, esses título são tão poderosos com os fãs que mereceram uma nova chance na última década.

Alguns, claro, se deram melhor do que outros, mas o fato é que essas histórias são tão amadas que os estúdios viu aí uma oportunidade de dar vida a elas novamente.

Leia também: Universal oferece overdose de dinossauro no 1º grande painel da CCXP 2017

Nerds celebrados

Divulgação
"The Big Bang Theory"

Sem entrar no mérito se “The Big Bang Theory” já se esgotou ou não, fato é que a série se propôs a colocar quatro típicos nerds como protagonistas de uma história, ao invés do coadjuvante cujo único propósito é ser nerd mesmo. Com isso, a série pode trabalhar melhor suas personalidades e lhes dar histórias reais, de trabalho, relacionamento e, claro, quadrinhos. O fato da série ter a maior audiência na TV aberta americana e já ultrapassar 10 temporadas mostra que os nerds rendem, sim, boas histórias.

    Leia tudo sobre: game of thrones
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.