Tamanho do texto

O projeto da Cinemark estreia no dia 3 de maio; os filmes serão exibidos de segunda a sexta sempre às 19h, com preços mais acessíveis ao público

A Rede Cinemark está lançando o “ Projeta às 7 ”, a nova janela inédita para o cinema brasileiro, que compõe programação em 19 cidades e 20 salas de cinemas em todo o Brasil. A estreia acontece no dia 3 de maio, onde semanalmente obras brasileiras de ficção e documentais passam a ser exibidas exatamente às 7h da noite.

Leia também:Marvel cede ao lado sombrio da Força com "Vingadores: Guerra Infinita"

A Rede Cinemark está lançando o “Projeta às 7”, a nova janela  inédita para o cinema brasileiro
Divulgação
A Rede Cinemark está lançando o “Projeta às 7”, a nova janela inédita para o cinema brasileiro

O “Projeta às 7” acontecerá de segunda a sexta em sessões de pré-estreia, com ingressos a preços acessíveis de R$ 12. A iniciativa cultural da Cinemark será responsável por levar em seu primeiro ano de atividade 14 títulos inéditos às salas de cinema do País. A programação será composta por obras que normalmente têm pouco espaço no circuito comercial tradicional.

Leia também:Dá-lhe Josh Brolin! Ator tem um 2018 agitado e cheio de vilões

O projeto da rede que fará com que o cinema nacional ganhe mais espaço e valorização, vai ainda amplificar o portfólio de filmes nacionais. Após as exibições os títulos serão lançados comercialmente em outras salas para a vida comercial em outras janelas.

A curadoria é da Elo Company. Três filmes já estão listados pelo projeto: o longa de ficção “Querida Mamãe”, de Jeremias Moreira Filho; o documentário “Em Um Mundo Interior”, de Mariana Pamplona e Flavio Frederico, que acompanha a vida de sete famílias com crianças autistas; e o drama pernambucano “Amores de Chumbo”, de Tuca Siqueira.

Leia também:Virada Cultural retorna mais centralizada e com ícones dos anos 90

 A Cinemark também realizou o “Projeta Brasil” nos últimos 18 anos, um evento que ofereceu um dia totalmente dedicado aos filmes brasileiros com ingressos populares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas