Tamanho do texto

O projeto está em andamento no estado de Rhode Island, nos EUA, e visa combater sites que incitem o tráfico humano

Com a queda da neutralidade da rede e o bloqueio de "deepfakes", vídeos falsos de famosos fazendo sexo, a internet americana ganhou mais um drama: a cobrança de $20 para conseguir acessar sites pornográficos , como o Pornhub.

Leia também: Pornhub e Twitter excluem pornôs com rosto de famosos e alertam:"Não toleramos"

Pornhub pode começar a cobrar $20 para confirmar que usuários são maior de idade
Divulgação Twitter
Pornhub pode começar a cobrar $20 para confirmar que usuários são maior de idade

O projeto de lei foi criado pelos senadores do estado de Rhode Island, Frank Ciccone e Hanna Gallo, que tem como intenção fazer sites pornográficos, como o Pornhub , cobrarem uma taxa simbólica dos usuários para ter certeza de quem está assistindo os vídeos é maior de idade.

Leia também: As doze atrizes pornô mais buscadas no Google

Karmen Karma é uma das atrizes que já marcou presença em vídeos no Pornhub
Reprodução Twitter
Karmen Karma é uma das atrizes que já marcou presença em vídeos no Pornhub

O projeto visa fiscalizar melhor os deepfakes e bloquear qualquer site que incite ao tráfico de seres humanos e faça apologia à prostituição.

De início, o projeto de lei criado pelos senadores Ciccone e Gallo, se aprovado, será válido apenas para o estado americano de Rhode Island, mas a intenção é espalhar a medida por todos os 50 estados dos Estados Unidos.

Lado Ruim

Com o fim da neutralidade de rede, a internet com pornografia gratuita estaria chegando ao fim também. A questão é que mesmo que a lei seja reprovada pelo congresso americano, pode-se notar um movimento para monetizar e controlar a internet e seu conteúdo, dando fim a liberdade dos navegantes.

Labo Bom

Jenny Blighe é faz parte da equipe do Pornhub
Reprodução Twitter
Jenny Blighe é faz parte da equipe do Pornhub

O dinheiro conquistado com a pornografia será, se o projeto for aprovado, direcionado para uma instituição que combate o tráfico humano. Vale ressaltar, que um projeto de lei semelhante circulou pelo congresso do estado em 1996, mas não obteve sucesso na época.

Game Over

Aria é a porta voz do site  de pornografia Pornhub
Reprodução Twitter
Aria é a porta voz do site de pornografia Pornhub

Leia também: Mia Khalifa afirma ter abandonado o pornô após ameaças do Estado Islâmico

Revoltada, uma funcionária do Pornhub, identificada apenas por Aria, se posicionou pelo Twitter: "Homens ricos fodendo todos os americanos! Em breve no Pornhub" finalizando com a hashtag Neutralidade da Rede. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.