Dúvida no tapete vermelho do Oscar, Ryan Seacrest participou com a equipe do Canal E! entrevistando as celebridades enquanto elas chegavam para a cerimônia. O apresentador era dúvida em 2018 por conta de acusações de assédio que sofreu de uma ex-figurinista do canal. Suzie Hardy o acusou de tê-la tocado de maneira inapropriada. Enquanto ele negou as acusações, o canal disse não ter encontrado evidências suficientes para provar que Seacrest teria realmente cometido tais atos.

Leia também: Confira as críticas dos nove indicados a Melhor Filme no Oscar 2018

undefined
Reprodução
Ryan Seacrest pode sofrer boicote de artistas depois de acusação de assédio

Sendo assim, a emissora o mandou para o evento, mesmo sob pressão do movimento “ Me Too ” para que ele fosse excluído. As organizadoras, inclusive, pediram para que os artistas boicotassem o apresentador. Na última semana, Jennifer Lawrence foi perguntada se falaria com ele e afirmou ainda não ter decidido. O canal, inclusive, anunciou que a transmissão do tapete vermelho teria cerca de 30 segundos de atraso. A decisão pode ter a ver com o possível boicote ao apresentador, que entrevistou poucos astros durante a noite.

Leia também: Indicados ao Oscar 2018 tem a menor bilheteria dos últimos seis anos

Looks

undefined
Reprodução
Allisson janney

Sem a sugestões de usar preto como se viu no Globo de Ouro e no Bafta, as atrizes tem investido em looks mais claros. Margot Robbie, Jane Fonda, Elizabeth Moss e Alisson Williams são algumas das estrelas que investiram em tons claros. Já Alisson Janney , uma das indicadas da noite e favorita na categoria Atriz Coadjuvante, apostou em um vestido vermelho.

Blanca Blanco, que no Globo de Ouro foi a única a "furar" o protocolo e foi de vermelho, apareceu no Oscar com um look ousado, vermelho e branco. 

Teve também quem apostou no brilho. Jenniffer Lawrence e Gal Gadot  foram duas que brilharam, além de Lupita Nyong'o, que usou um vestido dourado. 


Protestos

Por toda a temporada de premiação, as atrizes e atores mostraram seu apoio a movimentos como “Me Too” e “Time’s Up”, que procura ajudar as vítimas de assédio em Hollywood. No Oscar foi a mesma coisa e algumas atrizes que denunciaram Harvey Weisntein, como Mira Sorvino e Ashley Judd chegaram juntas ao evento. Já Jane Fonda foi uma das atrizes que usou o broche do “Time’s Up”.

Leia também: Teste seus conhecimentos sobre os indicados ao Oscar 2018 com o nosso quiz

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários