Tamanho do texto

Viola Davis revelou em um discurso que não recebe o que deveria, a atriz ainda citou nomes de outras atrizes que recebem bem mais que ela

A atriz Viola Davis, que está com 52 anos, é uma das atrizes negras mais marcantes de Hollywood no momento. No entanto, a estrela de “ How to Get Away with Murder ”, resolveu desabafar por seu trabalho não ser remunerado como deveria.

Leia também: Séries "How To Get Away With Murder" e "Scandal" terão crossover

Atriz Viola Davis de “How to Get Away with Murder” durante discurso em Los Angeles
Reprodução
Atriz Viola Davis de “How to Get Away with Murder” durante discurso em Los Angeles

Indicada três vezes ao Oscar e vencedora da categoria Melhor Atriz Codjuvante em 2017 pelo filme “ Um Limite Entre Nós ”, a atriz resolveu abrir o jogo e revelar abertamente em um discurso durante o evento “ Women in the World Salon ”, em Los Angeles, que o salário que recebe não prestigia o tamanho do trabalho que ela faz. Além do Oscar, a atriz também já venceu outros prêmios como o Tony , o EmmyGlobo de Ouro .

Leia também: Viola Davis se torna 1ª atriz negra a triunfar no Oscar, Emmy e Globo de Ouro

O Desabafo

Viola Davis é Annalise Keating em
Divulgação/Adoro Cinema
Viola Davis é Annalise Keating em "How To Get Away With a Murder"

No discurso, a atriz citou nomes de outras atrizes que tem a mesma carreira que ela e ganham bem mais. “Eu tenho uma carreira que provavelmente é comparável a de Meryl Streep, Julianne Moore, Sigourney Weaver.Todas são contemporâneas de Yale, da Julliard, da Universidade de Nova York. Todas elas percorreram o mesmo caminho que eu e ainda assim, não chego nem perto delas. No que diz respeito a salário e nem em oportunidades de trabalho. Nem um pouco”, contou.

Leia também: "Pantera Negra" é mais do que o filme certo na hora certa

Ainda de acordo com Viola Davis , as atrizes negras recebem aproximadamente um décimo dos ganhos de atrizes brancas, sendo que algumas já ganham metade do que em média é pago aos homens. Indignada, ela ainda pediu para que seu trabalho fosse mais valorizado e que pagassem o que ela merece. “As pessoas me dizem que sou a ‘Meryl Streep de pele negra’, que me amam, que não existe ninguém assim… Ok, então, se não existe outra atriz como eu, então que me paguem o que eu mereço receber”, afirmou.

Leia também: "Me Chame pelo Seu Nome" e "Lady Bird" levam dilemas adolescentes ao Oscar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.