A atriz Viola Davis, que está com 52 anos, é uma das atrizes negras mais marcantes de Hollywood no momento. No entanto, a estrela de “ How to Get Away with Murder ”, resolveu desabafar por seu trabalho não ser remunerado como deveria.

Leia também: Séries "How To Get Away With Murder" e "Scandal" terão crossover

undefined
Reprodução
Atriz Viola Davis de “How to Get Away with Murder” durante discurso em Los Angeles

Indicada três vezes ao Oscar e vencedora da categoria Melhor Atriz Codjuvante em 2017 pelo filme “ Um Limite Entre Nós ”, a atriz resolveu abrir o jogo e revelar abertamente em um discurso durante o evento “ Women in the World Salon ”, em Los Angeles, que o salário que recebe não prestigia o tamanho do trabalho que ela faz. Além do Oscar, a atriz também já venceu outros prêmios como o Tony , o EmmyGlobo de Ouro .

Leia também: Viola Davis se torna 1ª atriz negra a triunfar no Oscar, Emmy e Globo de Ouro

O Desabafo

undefined
Divulgação/Adoro Cinema
Viola Davis é Annalise Keating em "How To Get Away With a Murder"

No discurso, a atriz citou nomes de outras atrizes que tem a mesma carreira que ela e ganham bem mais. “Eu tenho uma carreira que provavelmente é comparável a de Meryl Streep, Julianne Moore, Sigourney Weaver.Todas são contemporâneas de Yale, da Julliard, da Universidade de Nova York. Todas elas percorreram o mesmo caminho que eu e ainda assim, não chego nem perto delas. No que diz respeito a salário e nem em oportunidades de trabalho. Nem um pouco”, contou.

Leia também: "Pantera Negra" é mais do que o filme certo na hora certa

Ainda de acordo com Viola Davis , as atrizes negras recebem aproximadamente um décimo dos ganhos de atrizes brancas, sendo que algumas já ganham metade do que em média é pago aos homens. Indignada, ela ainda pediu para que seu trabalho fosse mais valorizado e que pagassem o que ela merece. “As pessoas me dizem que sou a ‘Meryl Streep de pele negra’, que me amam, que não existe ninguém assim… Ok, então, se não existe outra atriz como eu, então que me paguem o que eu mereço receber”, afirmou.

Leia também: "Me Chame pelo Seu Nome" e "Lady Bird" levam dilemas adolescentes ao Oscar

    Veja Também

      Mostrar mais