Tamanho do texto

Filme baseado em best-seller e inspirado nos protestos do “Black Lives Matter” substituirá Kian Lawley depois de comentários racistas

O ator Kian Lawley foi demitido da produção “The Hat U Give” (ainda sem nome em português). O filme, baseado no best-seller de mesmo nome, é estrelado por Amandla Stenberg e inspirado nos atos do movimento “ Black Lives Matter ”, nos EUA. O motivo da demissão de Lawley é um vídeo que surgiu na internet onde ele faz comentários racistas .

Leia também: Globo decide afastar William Waack após acusação de racismo

Kian Lawley é afastado de filme sobre protestos do Black Lives Matter após comentários racistas caírem na internet
Reprodução
Kian Lawley é afastado de filme sobre protestos do Black Lives Matter após comentários racistas caírem na internet

No vídeo, Kian Lawley aparece em um quarto de hotel com amigos, e usa palavras de baixo calão para se referir aos negros . Depois das imagens circularem na internet, a Fox decidiu substituí-lo e refilmar suas cenas. “Por conta da controvérsia envolvendo seus comentários e seu comportamento no passado, Kian Lawley não irá mais aparecer em ‘ The Hate U Give ’. O estúdio planeja substituir o intérprete de Chris e refilmar as cenas necessárias” foi o que o estúdio informou a publicação Variety .  

Leia também: ecretário da Segurança rebate Taís Araújo: "o racismo é uma criação dos EUA"

O ódio que você semeia

O filme é baseado no livro de Angie Thomas, “O ódio que Você Semeia”, de 2017, que estreou em primeiro lugar na lista de mais vendidos do New York Times. A história gira em torno de Starr Carter, uma menina negra de 16 anos que vê seu amigo ser morto pela polícia. A menina então passa a se aprofundar na brutalidade da polícia contra os negros. O livro se inspira no movimento “Black Lives Matter”, que tem tomado os EUA nos últimos anos, chamando atenção para o racismo ainda existente no país. Além de Amandla Stenberg , o filme conta com Common, Issa Rae, Regina Hall e Antonhy Mackie no elenco.

Resposta

Antes do anúncio oficial de sua demissão, Kian deixou um recado em seu Twitter. “Se você não aprende com seus erros, você nunca crescerá como pessoa. Eu aprendi muito e sou grato por ter o poder de mudar. Eu nunca quero ser o que eu fui ontem. Estamos em uma constante batalha para nos tornarmos a melhor versão de nós mesmos. Use sua voz como sua arma”.

Já a Variety , Kian Fowley pediu desculpas por seus comentários e disse respeitar a decisão da Fox: “Palabras têm poder e podem causar estragos. Eu reconheço o meu e peço desculpas. (...) ‘The Hate U Give’ é uma história importante e não seria apropriado para mim estar envolvido considerando as ações que cometi no passado”, completou.

Leia também: Erika Januza e Caio Paduan debatem racismo no "Encontro com Fátima Bernandes"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.