Tamanho do texto

O ilustrador Gunduz Aghayev tem feito sucesso nas redes sociais com imagens que provocam a reflexão crítica sobre o caos da sociedade moderna

Com reflexões mais do que bem-vindas em um momento onde a informação e o conhecimento são cruciais na socidade, o ilustrador do Azerbaijão Gunduz Aghayev de 36 anos faz charges carregadas de significado sobre política , religão e tecnologia.

Leia também: Ilustrador faz artes inspiradas em "Stranger Things 2" e Netflix o contrata

Ilustrador do Azerbaijão, Gunduz Aghayev, cria charges polêmicas pesadas que criticam modernidade e política
Reprodução/Facebook
Ilustrador do Azerbaijão, Gunduz Aghayev, cria charges polêmicas pesadas que criticam modernidade e política


Reflexões críticas

O cartunista, que atualmente reside na França, viralizou nas redes sociais com suas charges ácidas e bem boladas sobre o momento em que o mundo está vivendo: crise, guerras e intolerância são alguns dos temas mais recorrentes nas críticas em seu trabalho. Em seu site, Gunguz Aghayev explica sobre uma série " guerra  é morte, suicídio. Nações massacram umas as outras e toda a humanidade. Apesar disso, os homens são capaz de inibir essa praga. Felizmente, os homens também inventaram a paz. Isso é uma forma de lutar contra a guerra. Essa luta deveria ser tarefa de todos os homens".

Leia também: Tragicomédia: A era de Donald Trump por meio de dez charges

Ilustrador provoca com charges que questionam comportamentos da contemporaneidade
Reprodução/Facebook
Ilustrador provoca com charges que questionam comportamentos da contemporaneidade






Os membros do Estado Islâmico são doutrinados para acreditar que após se secrificarem em nome de sua ideologia serão recompensados quando morreram.


Criticando a violência e o culto à tecnologia, artista do Azerbaijão promove reflexões
Reprodução/Facebook
Criticando a violência e o culto à tecnologia, artista do Azerbaijão promove reflexões

Na Arábia Saudita, país onde as mulheres continuam a ser oprimidas e menosprezadas sistematicamente e têm seus direitos básicos violados, o governo concedeu cidadania à uma robô feminino, o que gerou fortes críticas 


A charge do autor faz referência à política internacional que Donald Trump prometia aderir durante sua campanha, quando o então candidato afirmava que iria construir um muro na fronteira dos Estados Unidos com o México. 



Leia também: Artista traduz sexo em cores em série de gifs eróticos

As charges do artista Gunduz Aghayev podem ser acompanhadas em sua página no Facebook, Gunduz Artista. Ao Buzzfeed o ilustrador contou que através da internet pessoas de todo o mundo passaram a interarir com seus trabalhos pela rede social.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas