Tamanho do texto

Após liberar seus álbuns na plataforma de streaming no dia em que Katy Perry lançou um novo disco, Taylor Swift ganhou mais uma disputa da rival

A estratégia de Taylor Swift, de liberar seus álbuns no Spotify no mesmo dia em que Katy Perry lançou seu "Witness", parece ter dado certo. De acordo com o Kworb , que analisa dados de música na internet, as músicas de Swift tiveram mais execuções na plataforma de streaming do que o novo álbum de sua rival.

Leia também: Irônica, Katy Perry fala de treta antiga com Taylor Swift

Músicas de Taylor Swift tiveram mais execuções no Spotify nos Estados Unidos do que as de Katy Perry
Reprodução
Músicas de Taylor Swift tiveram mais execuções no Spotify nos Estados Unidos do que as de Katy Perry

Segundo os dados colhidos pelo site, o disco "1989", de Taylor Swift , teve 1,6 milhões de execuções pelo Spotify só nos Estados Unidos nessa sexta-feira (9), contra 1,1 milhões de "Witness", disco de Katy Perry que foi lançado naquele dia.

No ranking de músicas mais tocadas, Swift também dá um banho em Katy Perry. Apesar de Swish Swish ter a posição mais alta, a 52ª, a loira teve dez músicas no top 200 americano na sexta-feira, contra quatro de sua "inimiga".

Mas, os números são bem diferentes no Brasil. Nesse domingo (11), Taylor teve só uma música entre as mais ouvidas do dia no País: Bad Blood , na 165ª posição. Já Katy teve seis faixas no top 200, entre elas Swish Swish , a 28ª mais executada.

Leia também: Azarada? Katy Perry é a mais infeliz das divas do pop e a gente explica o porquê

Já no ranking global, mais vantagem para Swift: ela tem cinco músicas no top 200, contra três de Katy Perry. Swish Swish também é a canção que tem a posição mais alta no ranking. Nos Estados Unidos, a loira ganhou de lavada nesse domingo: 5 a 1.

Guerra

Julgando pelos números, a estratégia de Taylor Swift foi bem sucedida. A cantora, que é abertamente rival de Katy Perry, resolveu uma briga de anos ao liberar todo seu catálogo para o Spotify e outros serviços de streaming. Antes, só a Apple Music tinha as músicas da popstar. O dia escolhido para ela fazer isso foi exatamente o mesmo em que "Witness", o quarto álbum de Katy, chegava às plataformas.

A briga entre as duas, que parecia ter dado uma esfriada, voltou a ser assunto depois da música Swish Swish e de uma entrevista de Katy Perry a James Corden. No papo, a cantora assume que a canção é sobre Taylor e diz que ela começou a briga, então ela deveria terminar. Já à revista britânica NME , a popstar também falou sobre o desentendimento. "Não sou Buda, as coisas me irritam. Principalmente quando alguém tenta assassinar minha reputação com garotinhas", afirmou.

Leia também: Katy Perry aparece "deliciosamente provocante" em novo clipe; assista

Apesar da tentativa de Taylor Swift de atropelar Katy Perry no Spotify, ela continua reinando no iTunes. O álbum "Witness" é o mais vendido em todo o mundo na plataforma da Apple desde sexta-feira, inclusive no Brasil.

    Leia tudo sobre: músicas
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas