Tamanho do texto

Relembre parcerias inusitadas entre artistas que acabaram dando certo

Se tem uma coisa que anima todos os fãs de música, são as parcerias . Quando músicos já famosos se unem a outros grandes nomes, ou a artistas promissores, o resultado é quase sempre muito interessante.

Leia também: Canção do prazer: dez músicas que falam sobre sexo de forma desavergonhada

Kendrick Lamar e U2 fizeram uma parceria inusitada no álbum
Reprodução/Stereogum
Kendrick Lamar e U2 fizeram uma parceria inusitada no álbum "DAMN."

Mas não é sempre que as parcerias são esperadas. Contribuições entre artistas de um mesmo gênero são normais, mas trabalhos entre um rapper e uma boy band, por exemplo, são bem inusitados – o que não significa que são ruins.

Veja na lista abaixo 15 contribuições inusitadas que deram certo:

Kendrick Lamar + U2

No álbum "DAMN.", o mais recente de Kendrick Lamar, o rapper faz uma parceria inesperada com o U2. Na verdade, a música  XXX. tem só participação de Bono Vox, vocalista da banda irlandesa. Ele aparece na segunda parte da faixa, cantando o refrão.

Chitãozinho & Xororó + Fresno

Em 2008, a dupla sertaneja e a banda de rock gaúcha se uniram no projeto "Estúdio Coca-Cola Zero", um programa da MTV que juntava artistas que pareciam não combinar muito. Mas a parceria deu muito certo e a versão deles para  Evidências , clássico da dupla, acabou virando um dos singles mais tocadas nas rádios na época. Anos depois, em 2014, os artistas repetiram a dose em alguns programas de TV.

Leia também: Músicas de 2016: listamos os 10 singles que marcaram o ano

Eminem + Marylin Manson

O rapper e o rei das trevas se uniram na faixa  The Way I Am , lançado por Eminem em 2000. Manson não chega a fazer uma contribuição musical para o trabalho, mas aparece no clipe e é uma das referências da letra. A dupla se uniu para apresentar a música em alguns programas de TV e cerimônias de premiação.

Mick Jagger + Taylor Swift

Mick Jagger e Taylor fizeram uma das parcerias mais inusitadas da música
Reprodução
Mick Jagger e Taylor fizeram uma das parcerias mais inusitadas da música

Durante a turnê do álbum "1989", Taylor Swift convidou alguns amigos para participarem de shows específicos. Um deles foi Mick Jagger. O líder dos Rolling Stones apareceu no show da cantora em Nashville, nos Estados Unidos, em 2015, e cantou o hit  Satisfaction . Antes, em 2013, a popstar foi convidada para cantar  As Tears Go By num show dos Stones.

Omulu + Wesley Safadão

Em 2015, o produtor carioca Omulu fez um remix de Nam Nam Nam ( Veja Só No Que Deu) , um dos maiores sucessos de Wesley Safadão. O forró ficou com uma cara de música eletrônica e com elementos de funk. Além do hti de Safadão, Omulu também remixou  Meu Som É Pau , do Aviões do Forró.

Aerosmith + Run-D.M.C.

Uma das parcerias mais conhecidas de todos os tempos, Aeromisth e Run-D.M.C. se uniram em  Walk This Away . A música foi lançada originalmente em 1975 pela banda americana, mas em 1986, os rappers fizeram um cover que deu tão certo que chamou atenção do grupo de Steven Tyler. No mesmo ano, a música ganhou um clipe com o vocalista do Aerosmith.

Iggy Pop + Kate Pierson

Uma das músicas mais conhecidas de Iggy Pop é fruto de uma colaboração com Kate Pierson. Em  Candy , o roqueiro e a vocalista do The B-52's fazem uma parceria inusitada que deu muito certo. A faixa saiu no álbum "Brick By Brick", lançado pelo cantor em 1990, e foi o maior sucesso mainstream dele até hoje.

Kanye West + Paul McCartney + Rihanna

Paul McCartney, Rihanna e Kanye West no clipe de
Reprodução/Youtube
Paul McCartney, Rihanna e Kanye West no clipe de "FourFiveSeconds"

Em 2015, Kanye West, Paul McCartney e Rihanna fizeram uma parceria inusitada e inesperada. Os três artistas se juntaram na faixa  FourFiveSeconds , que foi considerada uma das melhores daquele ano. Apesar dos diversos rumores de que o single era o o começo de algo maior, a parceria parou por ali mesmo.

Feist + Mastodon

Em 2012, Feist e Mastodon fizeram uma parceria um pouco diferente. A cantora canadense fez um cover de uma música da banda, enquanto os americanos fizeram sua própria versão de uma música da artista. Além disso, eles lançaram um vídeo interativo da faixa  A Commotion , de um dos álbuns de Feist. A parceria foi chamada de Feistodon.

Weezer + Lil Wayne

Em 2008, Weezer e Lil Wayne se juntaram para lançar  Can't Stop Partying . A faixa saiu em "Raditude", o sétimo álbum de estúdio da banda americana. O rapper aparece rimando em uma das estrofes. A participação dele foi sugerida pelo produtor Jermaine Dupri.

Michael Jackson + Eddie Murphy

Em 1993, o ator Eddie Murphy lançou seu álbum "Love's Alright" e contou com um parceiro de peso: Michael Jackson. O rei do pop aparece na faixa  Whatzupwitu e só aceitou participar da música e do clipe porque achou que a letra tinha uma mensagem positiva. O clipe não agradou muito aos fãs: espectadores da MTV o elegeram como 3º pior vídeo de todos os tempos, e o clipe foi banido da emissora.

Angélica + Raimundos

O Brasil é um terreno fértil para parcerias inusitadas. Em 1999, Angélica e os Raimundos se uniram para cantar  A Mais Pedida , um dos maiores sucessos da banda. O mais inusitado de tudo é que o encontro aconteceu no programa de Luciano Huck, que anos depois se tornaria marido da apresentadora.

Sonic Youth + Cypress Hill

Em 1993, Sonic Youth e Cypress Hill lançaram  I Love You Mary Jane , música que foi trilha sonora de "Uma Jogada do Destino", filme dirigido por Stephen Hopkins. A música faz uma clara referência à maconha e mistura o rock da banda de americana às batidas de um dos grupos mais importantes da história do rap.

Eminem + Elton John

Elton John e Eminem no Grammy de 2001
Reprodução
Elton John e Eminem no Grammy de 2001

Em 2001, Eminem e Elton John fizeram um dos shows mais icônicos do Grammy daquele ano. Juntos, o rapper e o cantor britânico cantaram  Stan , que, na época, era o maior hit do americano. A parceria entre eles nunca evoluiu, mas a apresentação conjunta gerou uma bela amizade. Em entrevista, em 2010, Eminem contou que ainda conversava com Elton John e recebia telefonemas do músico.

Leia também: Sertanejo domina listas de músicas mais ouvidas no Brasil em 2016

Jonas Brothers + Common

Talvez uma das parcerias mais inusitadas da lista, a boy band Jonas Brothers se uniu ao rapper Common na música  Don't Charge Me for the Crime . A faixa conta a história de um roubou a banco protagonizado pelo músico e pelos três irmãos. A parceria é diferente da maioria entre astros pop e rappers: Common não aparece apenas em uma estrofe, ele tem várias intervenções durante toda a música.


    Leia tudo sobre: músicas