Tamanho do texto

Segundo o showrunner, o fim desta temporada de "The Walking Dead" será marcado por "momentos horríveis" e mais mortes de personagens

Quem é fã de “The Walking Dead” sabe que a morte é um risco que os personagens correm a qualquer instante. Não é à toa que a estreia da sétima temporada da série marcou fim sangrento de Glenn (Steven Yeun) e de Abraham Ford (Michael Cudlitz). Mas quem achou que este seria o único grande adeus da série está enganado. Em entrevista recente ao site  TV Line , o showrunner da série, Scott M Gimple, afirmou que o final da série ainda trará “momentos de horror” e mais mortes.

Leia também: Primeira parte de "The Walking Dead" não agradou nos bastidores

The Walking Dead promete mais mortes e
Reprodução
The Walking Dead promete mais mortes e "momentos horríveis" no final de temporada

“[O final da temporada passada] foi o aperto de nó e as coisas ficando cada vez mais sombrias”, afirmou Gimple ao veículo. “O final desta temporada tem escuridão e luz, verdadeiros momentos horríveis, traição e momentos reais de beleza, redenção, amor e amizade. É uma espécie de panóplia da experiência humana e de The Walking Dead ”, completou o produtor.

Leia também: “The Walking Dead” volta com carência de Negan e problemas de sempre

Entretanto, só porque a atual temporada não terminará tão brutal quanto a anterior, não quer dizer que a série irá aliviar nos acontecimentos. Agora, as vítimas poderão ser não só de Alexandria, mas também de outros locais do mundo imaginário dos walkers. “Bem, haverá perdas”, admitiu o showrunner. “À medida que as apostas ficam cada vez mais altas, as coisas começam a ficar mais intensas e dolorosas, e ainda assim todo mundo tem que se juntar e continuar indo”, completou.

Leia também: Polêmica, camiseta de "The Walking Dead é taxada de racista; ator rebate crítica

Quem é a próxima vítima?

Sasha (Sonequa Martin-Green) está em um novo caminho na série e pode ser uma das próximas vítimas. A personagem se uniu à impaciente Rosita (Christian Serratos) para buscar finalmente a derrota de Negan. Entretanto, há grandes possibilidades do plano não vingar e, por isso, a atriz foi instigada diversas vezes sobre qual seria o seu futuro na série.

Martin-Green, que também participará do elenco da série “Star Trek: Discovery”, foi questionada se esse seria um bom momento para retirar o seu personagem de cena pelo The Hollywood Reporter . "Em um senso amplo, esse grupo tem lutado e sido vitorioso contra muitos inimigos em nosso tempo, mas nunca antes um inimigo como o Negan foi uma ameaça tão grande à vida. Esse mundo inteiro está em risco. Seria apropriado esse momento ser o fim para qualquer um agora porque essa é a maior luta que já tivemos na série”, disse.

"The Walking Dead" é exibida aos domingos, às 22h30, no canal fechado FOX.

    Leia tudo sobre: The Walking Dead