Tamanho do texto

Indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante por "Moonlight", Naomie Harris estreia "Beleza Oculta" nas telas brasileiras nesta quinta-feira (26)

Naomie Harris em cena de
Divulgação
Naomie Harris em cena de "Beleza Oculta"

Indicada ao Oscar 2017 por sua impactante e arrasadora atuação em “Moonlight: Sob a Luz do Luar” , em que vive uma mulher viciada em crack que negligencia seu filho, Naomie Harris chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (26) com “Beleza Oculta” . A atriz de 40 anos, mais conhecida por dar vida a Moneypenny na fase de Daniel Craig como 007, teve um ano e tanto.

Leia mais: “Beleza Oculta” mostra como o afeto pode nos salvar, diz Edward Norton

“Eu estou profundamente agradecida à Academia por reconhecer minha contribuição em ‘Moonlight’”, disse Naomie Harris ao The Hollywood Reporter quando da confirmação de seu nome entre as concorrentes a melhor atriz coadjuvante. Ela disputa o prêmio com Octavia Spencer (“Estrelas Além do Tempo”), Michelle Williams (“Manchester à Beira-Mar”), Nicole Kidman (“Lion – Uma Jornada para Casa”) e Viola Davis (“Cercas”).

Leia mais: Vote nos seus favoritos ao Oscar

Nesta entrevista exclusiva sobre “Beleza Oculta”, a atriz fala sobre como foi trabalhar com Will Smith e um elenco tão estrelado. Discorre também sobre o que faz do novo filme de David Frankel algo tão singular na Hollywood atual.

Projeto ímpar

Naomie Harris em cena de
Divulgação
Naomie Harris em cena de "Moonlight", pelo qual ela concorre ao Oscar de atriz coadjuvante

Eu nunca tinha lido um script de Hollywood que lidava com a perda de uma maneira tão sensível, inspirada e profunda.

Personagem terapêutica

O que eu amo em relação à Madeline é que ela descobriu, diante de sua própria perda, um caminho de encontrar sentido na vida, que é ajudar outras pessoas a lidar com as suas perdas -- bem, lidar com isso da melhor maneira que eles podem, porque assim como ela diz no filme: ‘Você nunca vai superar algo como aquilo. Isso sempre vai estar com você’. Mas Madeline encontrou um sentido em ajudar as pessoas a navegar em suas jornadas. Eu realmente me conectei a isso. Eu pensei que isso seria uma coisa linda.

Leia mais: O fenômeno das grandes exposições de arte em São Paulo

Interação com Will Smith

Quando você fala sobre Will Smith, você está realmente falando sobre dois diferentes Wills [risos]. Quando ele está no seu personagem, como Howard, tem algo sobre ele que é profundamente comovente porque ele parece estar vivenciando muita dor. Você só quer abraçar ele o tempo todo e dizer ‘Vai ficar tudo bem’. E depois tem o Will ator, que é a alma da festa, cuja energia é tão positiva e elevada. Você se sente feliz e melhor só de estar perto dele. Eu nunca experimentei isso antes ao realizar um filme.

Palmas ao senhor Frankel

O que eu mais amo em relação a David é sua sensibilidade. Quando ele sussurra direções em sua orelha, você simplesmente se sente segura e nutrida, como se não tivesse certo ou errado na maneira que você está fazendo a cena.

Elenco de babar

É um elenco maravilhoso e eu gostaria que eu tivesse mais tempo para estar com eles. Eu tenho uma cena com Helen, mas eu não tive a oportunidade de trabalhar com a maioria dos outros porque quase todas as minhas cenas são com Will, apenas. Mas eu estou honrada de dividir a tela com todos eles.

Naomie Harris em cena de
Divulgação
Naomie Harris em cena de "007- Operação Skyfall"

Mensagem do filme

A mensagem é realmente resumida no título “Beleza Oculta”. É a ideia de que, não importa o que você está passando, sempre há um lado bom. E sempre há uma beleza para se pegar da vida.

E, também, há uma força fora de nós mesmos, que sempre é benevolente. Está sempre tentando nos ajudar e nos apoiar, se nós deixarmos. Então, eu espero que a plateia deixe o cinema com um senso de tranquilidade e esperança.

Naomie Harris promete ser um dos hits deste começo de 2017 nos cinemas brasileiros. Sua performance indicada ao Oscar poderá ser vista a partir de 23 de fevereiro, quando “Moonlight: Sob a Luz do Luar” estreia nas salas do Pais.