Peça tem direção de Norma Blum
Reprodução 29.06.2022
Peça tem direção de Norma Blum

Ariel, Carmem e Inês são três irmãs criadas dentro dos preceitos cristãos e que tem como única verdade os ensinamentos da religião.  Ariel, irmã do meio, interpretada por Fellipe Defall, se descobre transexual na adolescência e após ser expulsa de casa, sem expectativas de sobrevivência, acaba caindo na prostituição e mantém contato apenas com Carmem, a mais velha, interpretada por Camila Piva, que se torna beata fervorosa. 

Inês, a caçula, interpretada por Natali Duarte, se casa com Estevão, interpretado por Thiago Zimiano, um bancário bem-sucedido e vive de aparência de um casamento feliz, mesmo sabendo que o marido a trai com outras muitas mulheres. 

O reencontro dessas irmãs, depois de muitos anos, gira em torno da descoberta de que Ariel tem o marido de Inês como seu cliente fixo. Já Inês, fragilizada por após ter sofrido um aborto, não consegue mais engravidar. Carmem arquiteta um plano de vingança e as irmãs se unem para colocar em prática.

A peça será a execução desse plano até então perfeito. O texto, escrito por Felipe Defall,  trabalha questões importantes como a transfobia e o não acolhimento pela família, o fanatismo religioso e o direito ao aborto. Traz muito de Nelson Rodrigues que, brilhantemente, trabalhou em seus textos os conflitos do “submundo” da sociedade perfeita, que de perfeita nunca tivemos. 

‘O Ser humano é muito frágil e extremamente complexo. Justamente o fato de ter sido a Carmem, a irmã mais beata, ter sido a que arquitetou um plano de assassinato como forma de punição, nos mostra o quanto a questão da religião está tão distorcida. Nem tudo é o que parece ser”, nos conta Camila Piva. 

Norma Blum, atriz com 70 anos de carreira, assina a direção primorosa da peça. “’Amantes Irmãs’ foi a possibilidade de voltar a trabalhar com direção de teatro, com um grupo de jovens atores e uma temática da peça afastada do meu universo pessoal, sendo então um grande desafio pessoal. Eu amo desafios e fiquei muito feliz com a resposta do elenco e com o resultado final”, relatou Norma. 

A peça fica em cartaz no Cabaret da Cecília, em São Paulo, até 28/07. 

Para sugestões e pautas:  colunaquartacapa@gmail.com


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários