Pedro Borges
Reprodução/Instagram
Pedro Borges


A frase "quando a gente quer muito alguma coisa, cuidado, pode acontecer" cai como luva e serve para ilustrar a trajetória de Pedro Borges, que nunca escondeu a necessidade de evoluir e expandir mais o seu nome como um dos principais da cena eletrônica. Como resultado, está excursionando com a sua segunda turnê pelos Estados Unidos, só neste ano.

E, ganhando cada vez mais espaço com o "open format", que se dá quando se toca diversos ritmos, o carro-chefe das pick-ups do rapaz continua sendo o pancadão, que, aliás, segue entortando cinturas fora do Brasil. Um exemplo disso é a festa Baile Rio, que aconteceu no último dia 12, em Fort Lauderdale, e foi descrita por ele como um evento com "energia surreal".


Pedro Borges e Xamã
Reprodução/Instagram
Pedro Borges e Xamã


Já sobre estar em um dos seus melhores momentos como artista, afirmou que ainda há um longo percurso, mas a sensação é a de seguir no caminho certo. "Feliz por chegar até onde cheguei, orgulhoso de mim mesmo e animado, bastante motivado para o que vem pela frente", manifestou-se por meio de uma publicação no Instagram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários