Leo Jaime
Reprodução/Instagram
Leo Jaime


Quadrilhas especializadas em roubar dados de cartões de crédito têm se multiplicado durante a pandemia. Dessa vez, uma das vítimas é  Leo Jaime, que usou o Twitter para contar que o seu cartão tinha sido clonado e também, possivelmente, a sua conexão com a instituição financeira por meio do aplicativo do computador. "Alô, Itaú Personnalité. Os ladrões estão roubando a gente", começou alertando. 

A partir daí, a interação não parou mais. Enquanto alguns relataram problemas parecidos com o dele, outros mostraram preocupação e quiseram saber se havia clicado em algum link suspeito ou algo desse tipo. "Não recebi mensagem. Não cliquei em nada. Nem telefonema. Entrei pelo App e pelo telefone. E o atendimento foi muito estranho. E não fez nada do que eu pedi", respondeu. 


Leia Também

Como se isso não bastasse, os administradores do perfil do banco só foram responder ao seu tuíte nove horas após a marcação, dizendo: "Oi. Ficamos preocupados com a sua mensagem e queremos te ajudar! Nos chame por mensagem privada, por favor. Esperamos você por lá", mas aí já era tarde. Ele já tinha feito contato com a sua agência e ficado mais de uma hora na ligação.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários