antonia fontanelle
Reprodução
Antonia Fontenelle defende Henri Castelli e leva cartão vermelho do Instagram

Antonia Fontenelle usou o Twitter para contar que o Instagram excluiu uma série de stories que ela fez, na qual revela as ameaças recebidas desde que denunciou a agressão sofrida pelo ator Henri Castelli, na cidade de Barra de São Miguel, em Alagoas, durante a virada de ano. "Segundo a plataforma, eu violei suas diretrizes. Não satisfeitos, ainda deram uma travada no meu perfil. OK, vou para o YouTube", cutucou.

Pouco tempo depois, porém, publicou o print do comunicado da rede social. "Eu gostaria de saber qual foi a violação? Denunciar um crime de tentativa de homicídio cometido contra um amigo?", manifestou-se a atriz e apresentadora do "Na Lata", que, aliás, deixou bem claro não gostar de ser chamada de "bolsonarista". "Não tem isso de bolsonarista, lulista ou o raio que os parta, tem a ver com estar de olho na hipocrisia de vocês. P***, não me rotulem", ressaltou.

Assim como Latino e outros famosos, Fontenelle ficou indignada com o caso de Castelli, que ocorreu no dia 30 de dezembro, vindo apenas a público nesta segunda-feira (11). O galã da Globo teve fratura exposta na mandíbula e precisou passar por cirurgia. "Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas, por ocasião de um acidente na academia. A verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Eu fui agredido covardemente, sem que pudesse reagir ou me defender", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários