Hugo Bonemer fala sobre gangue homofóbica no Rio de Janeiro
Reprodução/Instagram
Hugo Bonemer fala sobre gangue homofóbica no Rio de Janeiro

Na noite desta quinta-feira (3), Hugo Bonemer usou o Instagram para repercutir a denúncia realizada pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo", também replicada por outros veículos, de que existe uma convocação pela internet para juntar um grupo de lutadores homofóbicos para agredir cidadãos LGBTs pelo Rio de Janeiro. Porém, antes disso, ele afirmou ter pensado "mil vezes" na hora de postar o conteúdo em sua rede social e explicou os motivos.

"Uma parte de mim escolhe enaltecer as boas iniciativas, porque acho que, no fundo, todos sabemos que o mundo é cheio de perigos. Mas conversando com uma amiga percebi que uma grande parcela não entende ainda do que se trata a luta de direitos de pessoas LGBTQIAP+ e para que serve, por exemplo, uma parada do orgulho, um personagem num filme ou aulas sobre o assunto nas escolas", iniciou o ator e apresentador, que tem grande experiência no teatro musical, tendo atuado em "Hair" e "Ayrton Senna", entre outros.

Depois, admitiu sentir medo, mas, em seguida, fez questão de frisar que essa sensação não o domina. "Eles preferem pessoas que também saibam bater. Quero deixar bem claro que não é o meu caso. Prefiro as câmeras de segurança e os processos judiciais. Liguem suas câmeras!", alertou, antes de completar: "Lutador sou eu e tantos outros que sobrevivemos à vontade tentadora de não viver num mundo que se comporta assim com a gente. Esses aí são os mesmos que dizem besteirinha na mesa de bar e se escondem atrás de comentários na web".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários