Rafael Sardão emenda novela com série
Divulgação/Renata Spinelli
Rafael Sardão emenda novela com série


No ar como Miguel, protagonista da novela "Amor Sem Igual" , da RecordTV, Rafael Sardão já está reservado para outro projeto da emissora da Barra da Funda. Trata-se da série "Ameaça Invisível", escrita por Ingrid Zavarezzi, cujo tema abordará um vírus misterioso que contamina vários países ao redor do mundo.

Nela, interpretará Greg, um motorista de aplicativo descrito como "um cara amargurado e totalmente entregue a um casamento doente, que se transformará, aos poucos, em um relacionamento abusivo". Sardão, inclusive, dividirá a maior parte das cenas com a mulher, a não menos talentosa Karen Júlia. 

Rafael Sardão e Karen Júlia
Divulgação
Karen Júlia e Rafael Sardão


Questionado sobre as gravações, ele deu spoiler de parte do processo de criação: "Gravamos a promo durante o isolamento social. Eu e a Karen, com os celulares, produzindo planos de filmagem, de luz e até operando a câmera. A gente pôde se envolver em todos os aspectos, além da atuação propriamente dita". 


Fora isso, o artista ressaltou a satisfação com o seriado e a companhia. "Foi uma experiência inovadora, mas muito gostosa, sobretudo por estar com a minha esposa novamente. É sempre bom estar ao seu lado. Além de grande atriz, uma parceira incrível para se ter no set", manifestou-se. A estreia da produção está prevista para o ano que vem.

Felipe Gurgel
Divulgação
Felipe Gurgel


Novidades a caminho

Comemorando 21 anos de sucesso e carreira, Felipe Gurgel, o Felipão, dono dos hits "O Cara da Internet", "Se Arrependeu" e "Apaixonado Vagabundo", entrou em estúdio para a gravação de seu próximo álbum, com produção musical de Leandro Holanda. O primeiro single desse novo trabalho está previsto para ser lançado em todas as plataformas de streaming e YouTube no mês que vem.

Conhecido pelo jeito solto de dançar no palco desde a época do "Forró Moral", o artista paraibano, que já gravou feat com Léo Santana e Márcia Fellipe, tem usado as redes sociais para aguçar a curiosidade dos fãs. Em uma das últimas publicações no Instagram, por exemplo, o forrozeiro escreveu: "Felicidade de quem está preparando algo massa para vocês". O jeito é aguardar!

João Campany
Divulgação/Sergio Santoian
João Campany


Emoção à flor da pele

Desde o último dia 10, João Campany pode ser visto na pele de Dom Pedro I na série "Brasil Imperial", que tem 10 episódios e é exibida nas plataformas de streaming Amazon Prime e VivoPlay. "Fazer o Dom Pedro I foi um desafio como ator. E eu só consegui sentir o personagem no meu corpo quando larguei mão de tentar construir um psicológico bem delineado", explicou.

Logo depois, ressaltou a importância de ter lido a obra da historiadora Isabel Lustosa: "A autora escreveu que Dom Pedro tinha traços de loucura e esquizofrenia. Isso porque, além da genética, ele tinha convulsões que poderiam ser um desses sinais. E, como a medicina da época ainda não havia desenvolvido bem a psiquiatria e a psicologia, não sabiam ao certo diagnosticar o motivo delas".

Por fim, Campany mencionou como essa obtenção de cultura foi benéfica para sua atuação. "Pronto, foi o ponto de partida para eu entrar na loucura do Imperador, e foi uma delícia", garantiu o artista, que participou das novelas globais "Bom Sucesso" e "Amor de Mãe", em rápido bate-papo com a Coluna Marcelo Bandeira, hospedada no iG Gente .

Mily e Mary Oliveira
Divulgação/Mattheus Lamim
Mily e Mary Oliveira


Dose extra de talento

As gêmeas Mily e Mary Oliveira, que participaram da novela infantojuvenil "As Aventuras de Poliana", do SBT, não cabem em si de tanta felicidade. Um dos motivos? O lançamento do single "Meu Amor É Você", que chegou às plataformas digitais e ao YouTube na semana passada.

Segundo Mily, a gravação do vídeo aconteceu em Guararema, no interior de São Paulo, e foi uma aventura daquelas. "Saímos de casa à 1h e chegamos às 3h, pois o diretor queria registrar uma cena com o nascer do sol, mas, infelizmente, acabou não rolando, porque ele nasceu atrás das nuvens. Mas, apesar disso, o resultado ficou lindo, incrível. Valeu o esforço e a dedicação de toda a equipe", confidenciou.

Já Mary lembrou que a letra da canção retrata o valor da amizade verdadeira. Por isso, elas resolveram convidar os amigos para a filmagem. "Como em todo grupinho sempre tem alguém que tem um crush no outro, nós resolvemos trazer isso para o clipe também", destacou. Play já!

Roteiro cultural

Mony Gester, que está à frente da Filomena Produções, não esconde de ninguém a contagem regressiva para se ver em cena em um de seus novos projetos: a série "Amazônia Oculta", que terá cinco episódios e exibirá narrativas de horror, suspense e ficção científica na Amazônia contemporânea. Quando? A partir de dezembro, na grade de programação da Rede Cultura do Pará.

Mony Gester
Divulgação/Oseias Barbosa
Mony Gester


"Viver Bebel no episódio 'Eterno Retorno', de 'Amazônia Oculta', foi um presente! A personagem chegou em um momento pontual da minha carreira, e filmar novamente em Belém, estando próxima à minha família, me tocou de uma forma diferente", detalhou a atriz, que já havia trabalhado com o diretor Roger Elarrat no seriado "Squat na Amazônia" e no filme "Eu, Nirvana".

Leon Zurke
Divulgação/Dan Xavier
Leon Zurke


Som na vitrola

Leon Zurke está em plena divulgação do single autoral "Anjo Caído", lançado há pouquíssimos dias em todas as plataformas digitais e em seu canal oficial no YouTube. O videoclipe, aliás, foi gravado em São José dos Campos (SP), sob a produção da Calabouço Records, a direção de Dan Xavier e a participação da drag queen Naomi Robbins.

Ao falar sobre o projeto, ele abriu um sorriso, cantou o refrão da letra "Não tem mais certo nem errado / Porque eu já cresci / E as regras que você criou / Só se aplicam a ti" e afirmou que "Anjo Caído" foi muito especial. "Quis focar um pouco da experiência que muitos LGBTQIA+ passam, mas de maneira leve e esteticamente bonita", narrou.

Pouco tempo depois, porém, o artista joseense completou seu pensamento e deixou alguns questionamentos no ar. Um deles foi: "Quantos passam pela experiência do julgamento apenas por serem quem são?". Já o outro: "A orientação sexual e o gênero são mais importantes do que ser uma pessoa boa?". Vale a reflexão!

    Veja Também

      Mostrar mais