Léo Áquilla e Thammy Miranda
Divulgação/Allan Taha
Léo Áquilla e Thammy Miranda


Léo Áquilla , que, após vinte anos de luta, conseguiu ser oficialmente reconhecida como mulher e passou a assinar Leonora Mendes de Lima, foi uma das laureadas da sétima edição do Troféu Cultural e Feijoada Sebah Vieira, no buffet paulistano Espaço Fernandes. Um dos motivos da escolha foi seu incentivo à causa LGBTQ+. "Para mim foi uma emoção imensa receber a minha nova certidão de nascimento e rasgar a antiga", disse a jornalista e colunista do programa de Sônia Abrão, da RedeTV!, durante seu discurso de agradecimento.

Houve aquele tributinho básico também para outros nomes do meio artístico, como Vanessa Jackson, Jean Paulo Campos, Sarajane, Taiguara Nazareth, Thiago Rocha, Silvetty Montilla, Michelly Summer e  Thammy Miranda , que aceitou o desafio de sair como candidato a vereador de São Paulo. "Este ano não está sendo fácil para ninguém, principalmente para a área da cultura. Por isso, estou feliz de conseguir realizar essa cerimônia, com toda a segurança, para deixar o período um pouco mais leve", destacou Sebah, enquanto provava a feijoada do chef Marcelo Assakawa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários