Valesca Popozuda "causou" na web ao misturar católicos e evangélicos e dar a sua opinião sobre o caso da deputada federal Flordelis, apontada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e pela Polícia Civil como mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho do ano passado.

Valesca Popozuda
Reprodução/Instagram
Valesca Popozuda fala de caso Flordelis

Ao interagir com seguidores no Twitter, a cantora do hit "Beijinho no Ombro" questionou: "Rolou protesto nas igrejas evangélicas por causa da Flordelis ou só fazem a favor de pedófilos que estupram meninas e querem que elas tenham o filho?". O comentário viralizou e foi parar em alguns perfis de fofoca no Instagram. "Não confunda Carolina de Sá Leitão com Caçarolinha de Assar Leitão", "os que fizeram o movimento não eram protestantes" e "você faz o que para tornar o mundo melhor?" foram alguns dos comentários que pipocaram na postagem.

Vale lembrar que o aborto da menina de 10 anos, moradora do interior do Espírito Santo, que engravidou após sucessivos estupros do tio, gerou várias manifestações. Entre os grupos que se mobilizaram em frente ao centro médico de Recife estão o Movimento Pró-Vida e o grupo católico pernambucano Porta Fidei. Este, inclusive, segundo a revista "Veja", teve a conta no Instagram cancelada depois de relacionar a interrupção da gestação com o nazismo, e também por divulgar informações sigilosas, como o endereço do hospital onde o procedimento foi realizado.

    Veja Também

      Mostrar mais