Para o especialista em medicina esportiva, nutrologia e autor do e-book "O Manual do Emagrecimento" Fábio Almeida, que atende Giba e Carlinhos Brown, entre outras celebridades, o momento de incertezas por conta do período de isolamento social deve ser levado em consideração, e, a menos que haja alguma orientação médica, o paciente não deve fazer uma dieta restritiva.

Especialista dos famosos dá dicas para reforçar sistema imunológico na quarentena
Divulgação/Instagram/Reprodução
Especialista dos famosos dá dicas para reforçar sistema imunológico na quarentena


Pelo contrário! "Ela pode gerar compensações metabólicas emocionais não desejadas e ainda baixar a imunidade." Mas, atendendo a um pedido do iG Gente, o profissional listou algumas dicas preciosas para driblar a ansiedade e reforçar o sistema imunológico.

A primeira delas é a alimentação equilibrada. Para o nutrólogo, o ideal é evitar comprar refeições prontas industrializadas ou consumir, por exemplo, batatas fritas, refrigerantes, biscoitos e sorvetes, que são alimentos ricos em calorias vazias. Mais do que isso, ele disse que é bom atentar na hora de ir ao supermercado, para que não haja impulsividade.

De acordo com Almeida, um dos principais fatores de ansiedade é o excesso de informação que recebemos em tempo real sobre a pandemia. O correto seria controlar a quantidade de tempo que a gente passa assistindo, lendo ou ouvindo notícias que trazem angústia. Uma sugestão? "Separar horários específicos do dia para fazer isso", ressaltou.


O médico ainda frisou outro cuidado importante: o sistema imunológico. Por isso, é essencial administrar os níveis de estresse e ansiedade. "Beber muita água, comer alimentos ricos em proteínas, vitamina C e fibras podem ajudar a manter o corpo saudável. É recomendável também fazer de 5 a 20 minutos de meditação", pontuou.

Para finalizar, prestar atenção no corpo e em todos os seus sinais é uma das grandes recomendações do doutor Fábio Almeida: "Começar o dia percebendo a sua própria respiração pode fazer com que sua mente se acalme, resultando em mais energia". Um ponto importantíssimo na rotina do corpo é a boa noite de sono.

Um estudo realizado e divulgado pela Universidade Carnegie Mellon revelou que pessoas que dormem menos de sete horas diárias estão mais propensas a ter doenças virais, como resfriados e gripes. Portanto, minimamente sete horas são necessárias para melhorar a ansiedade em tempos desafiadores.

    Veja Também

      Mostrar mais