"Nem sei descrever a dor de você partir assim." Com essas palavras, Gilmelândia , que despontou como vocalista da Banda Beijo no fim dos anos 1990 e, desde então, virou sinônimo de alegria e diversão, prestou sua última homenagem para a amiga e madrinha Jacira Lima, que trabalhava como esteticista e teve os planos interrompidos por causa da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus .

Gilmelândia
Reprodução/Instagram
Gilmelândia


Leia também:
Emilia Pedersen se emociona com palavras de Michelle Obama em formatura virtual
Cantor Edyr Vaqueiro promove live solidária inspirada nas festas juninas
Jarlles Gois, do "De Férias com o Ex", mostra corpão em ensaio a distância

Ao legendar a imagem, Gil colocou a hashtag #luto e fez um alerta: "Cuidem dos seus, esse vírus é terrível". Entre os muitos recados, há o de Alobêned, que está à frente da Banda Mel, e o do engenheiro civil Luiz Otávio, que lembrou que a avó tinha um carinho imenso pela cantora baiana. Mais do que depressa, a dona dos hits "Peraê", "Maionese" e "Bate Lata", respondeu: "Sim. E era louca apaixonada por você. Obrigada por ter sido esse neto maravilhoso. Ela tinha tanto orgulho. Você foi perfeito", ressaltou.

Admiradora de tudo aquilo que leva ao amor, a maluquete, como faz questão de se autointitular, promoveu a live "Gilmelândia na Sua Casa", em benefício dos pacientes da Santa Casa de Jequié, unidade assistencial de saúde da Fundação José Silveira, a 365 km de Salvador, no sudoeste da Bahia, com toda a segurança recomendada, desde o início. Além da participação especial de Elba Ramalho e Claudia Leitte, a transmissão, que aconteceu via Instagram, YouTube e também pela  Rede Brasil de Televisão , a  RBTV , arrecadou 22 toneladas de alimentos não perecíveis.

    Veja Também

      Mostrar mais