Patrícia Poeta e Manoel Soares no Encontro desta segunda-feira (25)
Reprodução/Globo
Patrícia Poeta e Manoel Soares no Encontro desta segunda-feira (25)


De segunda a sexta, sempre no período da manhã, Patrícia Poeta se torna um dos assuntos mais comentados do Twitter por conta de sua desenvoltura à frente do Encontro. O público das redes sociais está totalmente insatisfeito com a substituta de Fátima Bernardes. E hoje, muitos telespectadores acusaram a apresentadora e a Globo de praticarem racismo contra Manoel Soares.


O ponto crucial desta jornada é que neste primeiro mês de Patrícia como nova titular do matinal ela simplesmente silencia e atropela Manoel no programa. E nesta segunda-feira (25), uma parte da audiência interpretou esse escanteamento sofrido pelo coapresentador como um ato de racismo.

"Agora me diz porque a Globo colocou um preto no matinal se ele é silenciado e apagado sistematicamente?", reclamou Raquel Mello, uma mulher preta, no Twitter. "Ô Globo, não adianta dizer que racismo é feio e ruim, se no dia a dia tu me deixa Patrícia Poeta silenciar/cortar o Manoel Soares", escreveu o perfil @karetuda.

Patrícia está em sua quarta semana à frente do matinal da Globo e não houve um dia sequer que ela não tenha sido alvo de uma avalanche de críticas. A emissora decidiu fazer vistas grossas para toda a insatisfação da audiência e não moveu um dedo para alterar o curso da tragédia que vem se desenhando.

O maior incômodo do público é o fato de Patrícia Poeta não dar espaço para seu colega de auditório ter uma participação ativa. Ele faz poucas participações, é interrompido a todo instante e seu semblante demonstra o total desconforto de ter se tornado um assistente de palco no matinal. Confira algumas reações da audiência publicadas durante a edição de hoje:












    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários