Xuxa consegue nova vitória na Justiça contra Sikêra Jr.
Reprodução
Xuxa consegue nova vitória na Justiça contra Sikêra Jr.


Após xingar Xuxa Meneghel de todos os palavrões possíveis no programa Alerta Nacional, da RedeTV!, Sikêra Jr. acaba de receber mais uma punição: a Justiça determinou que ele fique cinco anos sem citar o nome da rainha dos baixinhos, de maneira direta ou indireta, seja na TV, nas redes sociais e até mesmo em ambientes privados.


A audiência foi realizada nesta terça-feira (7) de maneira remota. Para evitar uma condenação e ter o nome fichado no judiciário, Sikêra fez um acordo com o Ministério Público do Amazonas, no qual se comprometeu a não citar mais o nome de sua rival em qualquer ambiente pelos próximos cinco anos. Dessa forma, ele conseguiu se esquivar de uma condenação criminal.

A coluna apurou que Xuxa está radiante com a vitória, já que ela foi duramente atacada por diversas vezes pelo funcionário da RedeTV! ao vivo em seu programa. 

"Estava claro que Sikêra Júnior seria condenado ao final do processo e ele então optou por fazer um acordo direto com o Ministério Público. A defesa de Xuxa pedirá que qualquer valor que ele venha a ter que pagar em razão desse processo seja revertido em favor de instituições que cuidam de animais. Importante esclarecer que esse acordo não o livra da condenação, no âmbito da esfera cível, de pagar R$ 300 mil reais para a apresentadora. Além disso, como Sikêra Júnior não poderá mais fazer uso de um acordo como essa transação penal, espera-se que ele não ofenda a mais ninguém a partir de agora", disseram Ticiano Figueiredo e Pedro Ivo Velloso, advogados de Xuxa.

Xuxa já obteve uma vitória contra Sikêra na esfera civil, conquistando uma indenização de R$ 300 mil por danos morais. O caso só não foi encerrado porque o apresentador ainda pode recorrer e tentar reverter a situação em outra instância.

Treta antiga

As desavenças entre Xuxa e Sikêra começaram em 2020, quando o apresentador fazia comentários jocosos a respeito de um homem que aparecia na tela de seu telejornal estuprando uma égua. Ele não somente riu da situação como chamou dois de seus assistentes para simularem a cena ao vivo.

A rainha dos baixinhos compartilhou esse trecho em suas redes sociais e fez um post de indignação, denunciando a zoofilia e também os maus-tratos animais. Foi o que bastou para Sikêra retrucar e a chamá-la de pedófila por ter atuado no filme Amor Estranho Amor (1982).

Além disso, ele afirmou que a loira fazia apologia às drogas e que ela incentivava as crianças à "safadeza, putaria e suruba". Xuxa não ficou calada e levou o caso para a Justiça.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários