Adriane Galisteu comandará mais uma temporada do Power Couple Brasil
Reprodução/Record
Adriane Galisteu comandará mais uma temporada do Power Couple Brasil


A Record está disposta a elevar os cachês e fazer um investimento milionário para garantir um elenco interessante para a sexta temporada do Power Couple Brasil , que estreia em maio. De acordo com fontes da coluna, a emissora pode gastar até R$ 1,5 milhão somente na escalação dos casais que irão disputar o reality.


No ano passado, a emissora pagou cachês que variaram entre R$ 60 mil e R$ 80 mil. Os mais baixos eram para os casais menos conhecidos, e os mais altos para aqueles que tinham uma fama maior, como o caso da atriz Renata Dominguez.

Leia Também

Para a sexta temporada, a emissora elevou a régua e está disposta a pagar até R$ 120 mil para assegurar as participações de personalidades e artistas mais famosos, como objetivo de atrair uma maior audiência para o programa. Afinal, a pandemia do novo coronavírus já está bem controlada e a maior parte dos artistas já retomou suas agendas de trabalhos.

O menor cachê segue sendo R$ 60 mil e será destinado a nomes que o público de casa nunca ouviu falar, mas que tem certa relevância nas redes sociais.

A ideia de Rodrigo Carelli é fortalecer o elenco. Embora o reality tenha uma dinâmica muito mais interessante que todos os outros programas de confinamento, a audiência ainda é um desafio a ser superado. Mesmo com o excelente desempenho de Adriane Galisteu à frente da disputa, houve ocasiões em que o Power Couple ficou em terceiro lugar no Ibope.

Entre os nomes mais conhecidos, a Record espera contar com os cantores Adryana Ribeiro (do grupo Adryana e a Rapaziada) e Pe Lanza, o jornalista Cartolouco, o ex-jogador Dinei, e os ex-BBBs Hadson Nery e Ivy Moraes. Todos, obviamente, acompanhados de seus respectivos companheiros.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários