Rafa Kalimann passa vergonha na web
Reprodução/Instagram
Rafa Kalimann passa vergonha na web


Rafa Kalimann quis dar uma aula sobre conflitos internacionais e acabou passando vergonha -mais uma vez- no Twitter. A ex-BBB tentou explicar os motivos sobre os conflitos entre Rússia e Ucrânia, mas acabou massacrada por fazer uma thread simplista, vazia de informações e com uma visão um tanto quanto inocente.


Ciente de que não fazia a menor ideia do que estava falando, ela iniciou sua sequência de publicações avisando que se tratava de uma opinião pessoal sobre os conflitos e ainda orientou seus seguidores a "se aprofundarem" no tema por meio de outras fontes. Ou seja, quis "biscoitar" em cima de um assunto que ela não domina somente para ganhar engajamento.

"Vou tentar resumir pra vocês sobre a Rússia e a Ucrânia: *o que eu entendo sobre, se tiver alguma ponto de equívoco, me falem. E por favor pesquisem pra aprofundar, é só um resumo pessoal", começou a protegida de Boninho.

Em seus argumentos completamente confusos, citou que a OTAN é mais eficiente que a URSS, disse que a guerra é motivada por questões culturais e que a Rússia quer "preservar sua influência sobre uma área que já foi a cabeça da União Soviética".

Rafa quis passar a imagem de "inteligente" e "informada", mas acabou detonada por não saber explicar o que ela mesma se propôs a fazer. O público ainda a mandou estudar e procurar se informar melhor antes de se sentir no direito de dar pitaco sobre um assunto que ela não domina.

"Eu deveria ter seguido minha intuição e parado no 'Rafa Kalimann resumindo o conflito Rússia e Ucrânia', mas fiz a burrice de ler tudo. Onde faz pra desver?", disse Michel Coeli, diretor de programas da GloboNews. "Amiga, você é viciada em passar vergonha, né?", comentou Igor Soares.

Leia Também

"Rafaela, você não é internacionalista, você não é jornalista política, você não possui instrução em ciência política ou qualquer percepção de história internacional ou sequer de política externa. Em respeito aos seus seguidores, apague isso. É pura desinformação", escreveu uma seguidora identificada como Cecília.

"Se a ideia é disseminar o debate, mais valeria usar sua popularidade e chamar um especialista no assunto. Nem tudo é sobre curtida e esse é um assunto mt grave pra se reduzir a postagens descompromissadas no Twitter", comentou Jorge Rodrigues.







    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários