Primeiras fantasias reveladas da segunda temporada do The Masked Singer Brasil
Divulgação/Globo
Primeiras fantasias reveladas da segunda temporada do The Masked Singer Brasil


Por conta do sucesso comercial da primeira temporada, a Globo pretende faturar alto com a nova edição do The Masked Singer Brasil, que estreia em 23 de janeiro. Com todas as cotas de patrocínio disponíveis, a emissora deve colocar pouco mais de R$ 107 milhões em seu caixa.


De acordo com o plano comercial divulgado ao mercado, foram criadas seis cotas, divididas em três categorias diferentes: Anfitrião, VIP e Superfã. Cada uma delas tem um valor bem diferente.

As duas empresas que quiserem maior tempo de exposição junto ao nome do programa deverão comprar a Anfitrião e desembolsar a quantia de R$ 25,7 milhões. Por esse preço, a marca aparecerá nas ações promovidas pela Globo e pelo Multishow, entrarão nas chamadas que serão veiculadas antes da estreia do reality show e aparecerão em intervalos comerciais.

Além disso, poderão aparecer na live com o eliminado da semana e em ações promovidas nos programas Encontro e É de Casa, além das atrações do Multishow que forem entrevistar o desmascarado da vez.

Leia Também

Por um preço menos agressivo, a cota VIP é vendida por R$ 19,9 milhões e oferece inserções nas vinhetas, intervalos comerciais da Globo e do Multishow, além de entradas nas plataformas digitais do reality show.

Superfã é a cota mais modesta de todas, vendida por "apenas" R$ 8,2 milhões, dando direito ao investidor comerciais de 30 segundos no intervalo do reality, e entradas em ações digitais do The Masked Singer Brasil.

A Globo pode aumentar ainda mais os ganhos com o The Masked Singer por conta dos outros produtos que são vendidos a parte. É possível, por exemplo, usar integrantes do elenco do programa, como Ivete Sangalo ou alguns dos jurados, em ações de merchandising extras conectadas ao programa.

Há também a opção da empresa patrocinar o prêmio de R$ 250 mil ao campeão, tendo seu nome citado em todos os episódios da temporada.

O The Masked Singer Brasil segue sob o comando de Ivete Sangalo, com Priscilla Alcantara estreando nas entrevistas dos bastidores. Tatá Werneck se juntou ao time de jurados, que conta com Taís Araujo, Rodrigo Lombardi e Eduardo Sterblitch.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários