Edmundo e Romário
Reprodução Facebook
Edmundo e Romário

Romário e Edmundo não se bicam e essa rivalidade é antiga com alguns momentos de trégua. Depois de ter sido chamado de ‘vaidoso’ e ‘egocêntrico’ pelo Animal em uma entrevista ao podcast Inteligência LTDAi, o senador não deixou barato. “Isso não existe, a gente teve nossos problemas lá atrás. Tem que falar comigo (para acabar com o problema)? A gente joga futevôlei juntos na praia, contra e a favor. O cara vai na minha pelada na minha casa, na minha resenha na minha casa, depois de 15 anos fica mandando essa letra? Isso é coisa de cu***, vacilão do car****”, disse em entrevista ao podcast, 'Cara a Tap', do jornalista Rica Perrone.

“Para mim, a gente estava ótimo, sempre se falando. Estava, acho que agora não vamos mais. Tem três semanas que a gente se encontrou na praia, um mês ou dois que ele foi na minha casa jogar futebol, uns quatro meses que foi na resenha da minha casa. Que recalque é esse? Eu nunca tive problema, sempre foi ele”, completou.

Romário e Edmundo atuaram juntos no Vasco da Gama, Flamengo e seleção brasileira. O ex-atacante, que jogou também lá fora no Barcelona, PSV Eindhoven e Valencia, assumiu o maior erro de sua carreira. "Foi não ter ido procurar o Felipão, em 2002, para resolver as fofocas, que chegaram em relação a mim. Talvez, se eu tivesse definitivamente ter ido até ele, poderíamos ter resolvido e eu poderia ter jogado a Copa do Mundo. Deixei de ganhar uma Copa".

iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/IPvet7wSacY" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários