Dennis DJ
Divulgação
Dennis DJ

Dennis DJ, que se apresentou no "BBB" , é alvo de uma ação judicial protocolada no último dia 29, na qual a produtora de eventos 'Start Produções' o acusa de ter descumprido com uma apresentação para a qual havia sido contratado e não ter ressarcido o valor do cachê pago antecipadamente. Segundo consta nos autos, Dennis fechou contrato em março de 2019, por intermédio da agência Nnew Brasil, que também figura como ré na ação, para se apresentar na Arena Safadão Juiz de Fora, em novembro daquele mesmo ano. A apresentação de Dennis ao lado de Safadão seria a principal da noite e, sendo assim, o momento mais esperado pelas milhares de pessoas que adquiriram ingressos do evento.

A produtora alega ter pago o cachê artístico ao DJ de forma antecipada, no valor de R$ 230 mil, sendo integralmente quitado cinco dias antes do show. Afirma ainda que as exigências de Dennis como camarim, hotel, vans e carros executivos, além de toda infraestrutura, equipamentos e reservas de hospedagem, contratação de transporte particular, entre outros, foram atendidas. No entanto, a entrada do artista no palco, que estava prevista para as 22h, não aconteceu.

A contratante alega que o não comparecimento do músico se deu pelo fato de ele ter agendado outros dois shows no Rio de Janeiro, sendo um antes e outro depois do evento 'Arena Safadão'. "Ficando evidente que sua logística de transporte, para comparecimento ao evento da Autora, em Juiz de Fora, foi incapaz de contingenciar o atraso da apresentação do show lá realizado", diz um trecho da inicial.

A produtora pede uma retratação pública de Dennis DJ, o pagamento da restituição dos valores pagos antecipadamente a título de cachê artístico e diária de alimentação, no valor atualizado, até julho de 2021, de R$ 243,8 mil, além de indenização por danos materiais emergentes no valor de R$ 342,2 mil, pagamento dos lucros cessantes no valor de R$ 200 mil, devido à repercussão negativa causada pela ausência do artista no evento, e a condenação por danos morais no valor de R$ 250 mil. Há também o pedido de pagamento de juros e correção monetária. O valor total da causa é de R$ 1,36 milhão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários