Pamella Holanda foi agredida pelo ex, DJ Ivis
Reprodução Instagram
Pamella Holanda foi agredida pelo ex, DJ Ivis

Pamella Holanda, ex-mulher do DJ Ivis, que foi preso recentemente após agredi-la , comemorou a criação da lei contra a violência psicológica. No mês de conscientização do combate à violência contra a mulher, ela citou a importância de não ter deixado a violência que sofreu impune.

"Minha alma é LILÁS. No mês dedicado a essa luta contra a violência contra a mulher, me sinto honrada por poder, primeiro ser voz, e segundo representar a coragem que é ir contra um machismo estrutural no qual crescemos e inconscientemente alimentamos, seja com falas, comportamentos, ações…", escreveu ela.

"Que não só nesse mês, mas em todos os outros meses do ano isso seja debatido, esclarecido e dado a devida importância! Na pandemia, os casos de violência doméstica aumentaram absurdamente e não existe coincidência nisso. Que sejamos corajosas e denunciemos, e que os órgãos competentes nos deem todo o suporte pra que a lei seja cumprida. Violência contra mulher é crime", finalizou a arquiteta.

Publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, o texto modifica trechos do Código Penal, na Lei de Crimes Hediondos (8.072/90), e na Lei Maria da Penha (11.340/2006). “Art. 147 B . CAUSAR DANO EMOCIONAL à mulher que a prejudique e perturbe seu pleno desenvolvimento ou que vise a degradar ou a controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, MEDIANTE AMEAÇA, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, chantagem, ridicularização, limitação do direito de ir e vir, ou qualquer outro meio que cause prejuízo a SUA SAÚDE PSICOLÓGICA e autodeterminação: PENA - reclusão, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa, se a conduta não constitui crime mais grave”.

Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, de 30 anos, é investigado por ter agredido Pamella Hollanda com socos, chutes e pontapés, na frente da filha dos dois de apenas 9 meses. Ele foi preso pela Polícia Civil, no dia 14 de junho, e responde a dois inquéritos. Também teve algumas de suas músicas excluídas de plataformas digitais como Spotify e Deezer.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários