Juliette
Livia Campos
Juliette

Juliette  mal saiu do 'BBB 21' e a equipe que cuida da parte comercial da carreira dela já deu a primeira mancada antes mesmo que a sister estivesse a par de tudo. Que a advogada paraibana é um fenômeno, ninguém pode negar. Especula-se que uma marca que queira se associar ao nome de Juliette não poderá investir menos de R$ 300 mil.


Mas Deborah, a amiga que ficou aqui fora cuidando das coisas da maquiadora e tinha uma procuração da atual campeã do reality em mãos, autorizou o uso do nome e associação da imagem de  Juliette a um prato em uma famosa e refinada rede de restaurantes. Mas adivinhem quanto Juliette ganhou por isso? Zero reais, isso mesmo Brasil, zero, nada, niente, nem uma cocada e nem uma mariola foi negociada.


É sabido pelo mercado e comentado por algumas marcas que já tiveram contato que tanto Deborah, quanto seu marido, Huayna Tejo - que se apresenta como empresário da advogada - não têm experiência nenhuma na área comercial e transparecem isso nas conversas que tiveram com algumas empresas. E agora com essa mancada concretizam ainda mais esses relatos.

Esta humilde coluna paga um sorvete para quem adivinhar o que levou Deborah a fechar a parceria 0800 com a tal rede de restaurantes... Segundo palavras da própria, as quais esta colunista teve acesso em uma conversa, Deborah é fã do tal restaurante e, quando autorizou o uso da imagem de Juliette de forma gratuita, disse ter autonomia para tomar essas decisões pela amiga.


Agora fica aqui uma dúvida: Quer dizer que Juliette fechou as portas para outras redes de restaurantes que queiram se associar à ela? Segundo fontes no mercado, dificilmente uma marca do mesmo segmento vai querer pagar sabendo que um concorrente anda faturando bem em cima do nome dela de forma gratuita.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários