Crislaine Gonçalves diz que já levou soco de Nego do Borel
Reprodução/Instagram
Crislaine Gonçalves diz que já levou soco de Nego do Borel

Crislaine Gonçalves, ex-namorada do Nego do Borel, esteve na última quarta-feira na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) , no Tanque, na Zona Oeste do Rio, para prestar seu primeiro depoimento no inquérito que investiga agressões físicas e psicológicas do cantor a suas ex-companheiras. A digital influencer chegou ao local pelos fundos da delegacia, após mobilizar a polícia para que não fosse vista pela imprensa, que a aguardava na porta.

Em seu depoimento, Crislaine confirmou que sofreu agressões físicas e psicológicas durante seus quase cinco anos de relacionamento com o funkeiro. Ela afirmou que era humilhada constantemente e que já foi agredida algumas vezes em momentos de descontrole do Nego do Borel, corroborando assim as declarações de Duda Reis e Swellen Sauer, outras duas ex-namoradas do cantor. Em determinado momento de seu depoimento, Crislaine foi às lágrimas ao relembrar tudo o que viveu ao lado do artista.

A coluna apurou que uma das agressões sofridas por Crislaine aconteceu na sala da casa onde o cantor morava, em Curicica. Sentada no sofá, Crislaine levou um soco do cantor na coxa, após um surto de ciúmes. Em outra ocasião, também por conta de uma crise de ciúmes, Nego do Borel proibiu Crislaine de usar um vestido em uma de suas festas de aniversário, por considerar a roupa imprópria.

Tanto Crislaine quanto Swellen Sauer possuem inquéritos individuais que apuram as condutas de Nego do Borel no período em que se relacionou com ambas. Além disso, as duas ainda são testemunhas fundamentais no inquérito que envolve as denúncias feitas pela atriz Duda Reis, a ex-namorada mais recente do Nego do Borel.

Já a Julia Schiavi, que namorou o Nego antes da Duda, será em breve intimada a prestar seu depoimento por carta precatória, já que o convite para colaborar espontaneamente com as investigações não foi respondido pela influencer. Julia Schiavi chegou a procurar esta coluna para dizer que sequer recebeu o convite para depor. Ela, no entanto, já foi arrolada nas investigações pelas testemunhas. Além das ex-companheiras de Nego do Borel, outras pessoas ligadas aos envolvidos também estão ouvidas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários